Programa passou a ser executado pela segunda vez no município este ano e promove ações para transformar a economia.

Neste sábado (23), Chapadão do Sul comemora mais um aniversário, quando completa 34 anos de história. O município está situado a 332 quilômetros da capital do Estado e, de acordo com a projeção feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no ano passado atingiu a marca de quase 26 mil habitantes.

Como a principal vertente econômica da cidade aparece área de Comércio e Serviços. Dados da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) apontam que, em 2018, esse foi o setor que mais contribuiu para o volume do Produto Interno Bruto (PIB) da cidade. No total, a geração de riquezas resultou em R$ 1,7 bilhões e 60% desse valor corresponde a área de Comércio e Serviços. Em seguida, como a segunda maior contribuição setorial aparece a Agropecuária com 31% e a Indústria com quase 8%.

Para impulsionar, ainda mais, o crescimento de Chapadão do Sul, neste ano, a Prefeitura Municipal aderiu, pela segunda vez, ao programa Cidade Empreendedora, oferecido pelo Sebrae. No primeiro ciclo, Chapadão do Sul adotou estratégias voltadas para o eixo competitivo Comércio e Serviços e o engajamento do poder público e da população possibilitou grandes resultados. A nova adesão ao Cidade Empreendedora, vem para dar continuidade ao trabalho e, desta vez, o eixo escolhido foi Cidade de Negócios – voltado para alavancar o desenvolvimento por meio do empreendedorismo.

De acordo com o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae/MS e titular Semagro, Jaime Verruck, a parceria vem para somar com o trabalho feito pela gestão do município. “Parabenizo Chapadão do Sul pela história que construiu nesses 34 anos. Uma cidade jovem e que se destaca pela forte economia voltada ao agronegócio e no Cidade Empreendedora. Na segunda edição acreditamos que será possível impactar diretamente os setores de comércio e serviços, fortalecendo e estruturando o comércio local para atender às demandas regionais”, ressaltou Jaime.

2º ciclo do Cidade Empreendedora em Chapadão do Sul

Com a proposta de transformar a economia e promover o desenvolvimento local a partir do fortalecimento dos pequenos negócios, o programa é executado no município desde abril quando teve início a ação “Sebrae na sua Empresa”. Agentes da instituição visitam os pequenos negócios para identificar qual é a necessidade dos empresários e propor soluções, no total, mais de 1.400 empreendedores já foram atendidos.

O “Sebrae na sua empresa” é uma das ações que integram a linha de atuação do programa direcionada ao atendimento do pequeno empresário. Em Chapadão do Sul, esse público corresponde a 86% da densidade empresarial e ao fortalecê-lo é possível promover a geração de emprego e renda no município. A ação Empresa Segura também é outra iniciativa que tem esse propósito – em parceria com o Sesi, 160 empresários recebem consultoria gratuita em biossegurança. Além disso, o Cidade Empreendedora leva para Chapadão do Sul, em conjunto com o Senai, cursos gratuitos para empreendedores e trabalhadores por meio de unidades móveis de capacitação voltadas para as áreas de Transformação Digital, Informática, Solda e Construção Civil.

Junto com o trabalho desenvolvido na área urbana, o produtor rural também recebe o apoio do Sebrae/MS para que possa melhorar a produtividade e as vendas. Além do suporte direto ao empreendedor, seja no campo ou na cidade, outra vertente do programa Cidade Empreendedora atua no âmbito das políticas públicas com o objetivo de desburocratizar processos e melhorar o ambiente de negócios. O eixo de Compras Públicas está ligado a este tipo de atuação e os trabalhos estão em execução em Chapadão do Sul.

Foram apresentadas estratégias que podem ser adotadas pela prefeitura para fomentar o desenvolvimento da cidade, a partir das compras feitas pelo próprio município. Uma delas é fazer com que os pequenos negócios locais sejam priorizados nos editais de licitação. Com essa proposta, foi lançado o Portal Empreende Chapadão – plataforma digital que visa aproximar os empreendedores locais da administração municipal e facilitar o acesso desse público aos processos licitatórios divulgados pela prefeitura. Na área de Compras Públicas, os funcionários da prefeitura também são capacitados para tornar o processo licitatório mais célere e eficiente.

Outra ação que continua sendo desenvolvida no município integra o eixo Educação Empreendedora – é o projeto Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP). A metodologia começou a ser aplicada na rede municipal de Chapadão do Sul em 2018, durante a execução do primeiro ciclo do Cidade Empreendedora, e, agora, nesta segunda etapa do programa, novos estudantes que cursam do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental aprendem sobre empreendedorismo. O Sebrae capacitou os docentes para abordarem a temática em sala de aula e, no total, mais de 3 mil alunos foram beneficiados na cidade.

Além de promover uma cultura empreendedora e a inovação nas escolas, o programa também atua para estimular o desenvolvimento empresarial e formar lideranças que exerçam uma gestão pública empreendedora. Nessa linha, o prefeito de Chapadão do Sul, João Carlos Krug, participa da mentoria de prefeitos, com um consultor do Sebrae/MS que também já foi líder do executivo e oferece suporte na solução de problemas e implementação de boas práticas.

Por meio do eixo “Liderança”, também foi realizada no município a Oficina de Planejamento Participativo que, em junho, reuniu representantes da administração pública e dos principais setores econômicos, como Associação Comercial e Sindicato Rural, para que fossem elencadas as ações prioritárias voltadas para melhorar o município. Esse diálogo com os interlocutores e a análise de pesquisas socioeconômicas feitas pelo Sebrae, deram origem ao Plano de Desenvolvimento Econômico de Chapadão do Sul que foi lançado em agosto.

O documento irá nortear a execução do programa Cidade Empreendedora no município e é composto por 20 ações voltadas para as áreas de inovação e gestão pública, além de estratégias para atrair novos empreendimentos e melhorar o consumo local. Mais informações sobre o programa Cidade Empreendedora podem ser obtidas por meio do número 0800 570 0800.

Comentários