12.2 C
Ponta Porã
quinta-feira, 11 de agosto, 2022
InícioRegiãoDouradosDOF apreende mais de 4,2 toneladas de maconha e 568 quilos de...

DOF apreende mais de 4,2 toneladas de maconha e 568 quilos de cocaína em carreta frigorífica

Os policiais faziam patrulhamento na zona rural de Dourados

O DOF (Departamento de Operações de Fronteira) apreendeu na manhã desta quinta-feira (28/07), no Anel Viário de Dourados, mais de 4,2 toneladas de maconha e 568 quilos de cocaína em uma carreta frigorífica carregada com diversos alimentos refrigerados. Um homem de 42 anos de idade foi preso em flagrante.

Os policiais faziam patrulhamento na zona rural de Dourados quando perceberam que o veículo havia entrado em alta velocidade na Perimetral Norte. Durante abordagem a carreta o condutor afirmou que havia carregado em uma grande empresa de alimentos na cidade, na BR-163 e não soube explicar o motivo da roda pelo Anel Viário.

Com a suspeita, os policiais encaminharam o condutor até a empresa onde havia carregado e durante abertura do baú refrigerado da carreta foram localizados diversos fardos com maconha, que após a pesagem totalizaram 4258 quilos da droga além de outras embalagens com cocaína que pesaram 568 quilos do entorpecente.

Após ser preso o condutor do veículo disse que carregou o material perecível na quarta-feira e que ao meio dia entregou a carreta a um desconhecido. Na manhã de hoje, ele afirmou que já pegou o veículo carregado com os entorpecentes para levar até a cidade São Paulo (SP), onde receberia R$ 7 mil pelo transporte.

O material apreendido, avaliado em aproximadamente R$ 51 milhões, foi encaminhado juntamente com o motorista e a carreta à Defron (Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes de Fronteira) em Dourados.

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas no telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

DOF apreende mais de 4,2 toneladas de maconha e 568 quilos de cocaína em carreta frigorífica

FONTE: DOF

MAIS LIDAS