Luis Carlos Freita França é deficiente visual desde 01 ano de idade, sempre teve muitas dificuldades no dia a dia, seja com relação a oportunidade de emprego, seja para se locomover na cidade de Ponta Porã e de um ano pra cá passou a ter mais problemas, pois o INSS cancelou o LOAS, benefício ssistencial pago pelo INSS.

Falando ao jornalista Tião Prado, Luis Carlos disse que vem travando uma dura batalha na justiça para tentar reverter essa situação, conta com advogada que esta defendendo a sua causa, mas até agora, passado mais de um ano, as coisas continuam como estão, ou seja, nada de pagamento.

Luis Carlos  esteve no programa fazendo um apelo para os comerciantes de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero, para que façam a doação de roupas, lingerie, cuecas, máscaras, meias, toalhas, panos de pratos e cosméticos para que ele revenda essas doações e com o dinheiro arrecadado consiga se manter e manter a sua família e conseguir também comprar mais produtos para vender e assim ir se mantendo.

Ele disse que ainda não procurou a Secretaria de assistência social para ver no que eles podem ajudar, quer tentar esse apoio junto aos comerciantes, pois se conseguir vai trabalhar e conseguir se manter.

As pessoas que tiverem interesse em ajudar o Luis Carlos podem entrar em contato nos fones 67 9 9904-6735, neste numero as pessoas tem que ligar e fala direto com ele, pois não tem whats.

Para mandar um whats 067 9 9688-8658 falar com a Cleide, que é esposa de Luis Carlos.

“Até agora não recebi nada de ninguém e quero deixar bem claro as pessoas que não estou atrás de esmola, quero uma ajuda para poder trabalhar e através desse trabalho conseguir tirar a minha sobrevivência, minha e de minha família”, disse Luis Carlos Freita França.

Assista o vídeo abaixo e tenha mais informações:

Comentários