Ela fez desabafado nas redes sociais.

Desempregada, uma jovem de 22 anos, sentiu na pele o peso do ‘padrão de beleza’ ideal.  Em seu Facebook, ela expôs uma situação constrangedora que passou no último sábado (14) ao procurar emprego em Campo Grande.

No perfil Aonde Não ir em Campo Grande e também na página pessoal, a jovem desabafou. Durante uma entrevista de emprego em uma loja de roupas em um shopping da Capital, ela supostamente foi ignorada pelo estado do seu cabelo e sobrancelha, que estavam ‘por fazer’ justamente pela falta de grana.

“Ela me disse as seguintes coisas: o que você quis passar com seu cabelo? Eu não entendi essa cor, esse tom dele, você pode me dizer? Eu na hora segurei o choro sabe, e disse: então eu tô desempregada né? Não tem como eu pintar ele, mas eu sou ruiva e sorri”, começou.

Não bastasse a humilhação inicial, a jovem conta que a mulher continuou. “Mas ela não parou ela ainda disse: tem certeza que vai continuar com essa cor? Você pretende ser ruiva ainda? E ainda me mostrou a foto de uma das funcionárias na intenção de dizer; esse é o cabelo ideia. Disse que na loja não tem como ter cabelo sem retoque os clientes sempre reparam nisso, eu estava sem fazer a sobrancelha né?! Aí ela disse isso também indiretamente. Eu simplesmente engoli o choro e resolvi ser uma coisa que ela não foi, eu fui educada, disse que não queria mais a vaga”, complementou. 

No final da postagem, a jovem destaque que o desabafo não foi para fazer drama e sim para alertar outras empresas. 

“As empresas precisam entender que nós às vezes não temos passe, dinheiro para imprimir o currículo, então o mínimo é ter educação. Não importa se é loja de moda, beleza, o que for acho que educação não machuca, não queria me ter na loja usa a desculpa: qualquer coisa te ligo”, finalizou. 

No dia seguinte, a jovem conseguiu uma vaga de emprego.

Fonte: TopmidiaNews.

Comentários