João Natalicio
João Natalicio

Por João Natalício

SEM DESFILE

* Por causa dessa tragédia da pandemia do novo coronavírus, neste 7 de setembro ficamos sem desfile cívico-militar. O Brasil ficou surdo e mudo e o seu povo sem lembrança daquele grito histórico “Independência ou morte!”. Aliás, ficamos sem independência, mas com muitas mortes provocadas por esse fantasma do covid-19.

* Felizmente, para compensar esse período de tristeza do coronavírus que tanto mal está fazendo para a humanidade deste lado do mundo, daqui mais alguns dias vamos começar a conviver com as alegrias da chegada da Primavera, a estação das flores e que torna a vida mais colorida e agradável. É a hora e a vez do ipê roxo e amarelo, um panorama festivo para os nossos olhos.

CONVENÇÕES

* Estamos no período das convenções partidárias para aprovar candidatos para concorrer ao pleito eleitoral de 15 de novembro. O prazo para essa movimentação democrática vence dia 16 de setembro, mas normalmente até lá os concorrentes de cada partido ou coligação na eleição majoritária as escolhas já estão todas definidas.

* Mas parece que aqui em Ponta Porã, o nosso glorioso DEM, que deverá realizar sua convenção no dia 15 de setembro, uma terça-feira, terá muita discussão por conta da escolha do companheiro de chapa do prefeito Hélio Peluffo. Segundo consta, a questão do vice já estava praticamente resolvida, mas na “calada da noite” a comissão provisória do DEM fez alterações no que fora combinado e o clima esquentou.

* Conforme os comentários, um outro pretendente ao cargo de vice do Hélio (Dário Honório) quis passar a perna no advogado Eduardo Campos que descobriu a tempo de desfazer o novelo armado contra ele por um dos líderes do Democratas. Por conta disso o barulho aumentou e chegou às nossas mãos um abaixo-assinado com 24 assinaturas de pré-candidatos a vereador pelo Democratas exigindo transparência e posicionamento democrático na Convenção do DEM.

ÚLTIMO DIA

* Ainda não sei qual é a estratégia, mas a maioria dos partidos estão marcando suas convenções para a véspera ou para o último dia do prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral. No MDB, por exemplo, a convenção será realizada no dia 16 de setembro, para aprovação dos 15 concorrentes à vereança. O candidato a prefeito de Ponta Porã pelo MDB, Brunoí Reichardt, atual presidente da Executiva Municipal do partido, não quis revelar o nome do seu companheiro de chapa, alegando que o seu vice será a grande surpresa desta eleição “por isso que o seu nome somente será conhecido no dia da convenção. Dá sorte”. Só espero que não seja o governador do Departamento de Amambay…

VICE-PREFEITO

* Se a grande discussão no Democratas é para saber quem será o vice no projeto de reeleição do prefeito Hélio Peluffo, o atual vice Caio Augusto (PSD) está tranquilo. Ele disse ao Jornal de Notícias que tem compromisso assumido e vai cumprir. Pelo visto ele deverá mandar todo o seu pessoal apoiar a candidatura do seu amigo prefeito. Outro político local que estaria amarrado com o esquema político do Helinho é o vereador Daniel Marques (MDB), o partido do Brunoí e do ex-governador André Puccinelli. Ainda virão mais surpresas por aí…

INDEPENDÊNCIA

* Sinceramente estava muito sem graça em Ponta Porã este 7 de setembro sem desfile cívivo-militar na nossa gloriosa Avenida Brasil. Eram 9 horas da manhã e não havia nenhum patriota circulando na avenida, só dois venezuelanos carregando cartazes pedindo emprego. Conclusão: cuidar da saúde e preservar a vida também é um ato de patriotismo. Viva a Independência do Brasil!

J. N. Oliveira

[email protected]

Comentários