Embaixadora também chega hoje, segunda-feira à Capital e fica até sexta para avaliar a situação dos venezuelanos em MS

Campo Grande realiza nesta segunda-feira (17) mutirão para regularizar as documentações de venezuelanos que entraram no Brasil de forma irregular. Eles vão poder solicitar de forma gratuita, por exemplo, certidões de nascimento e de casamento.

O trabalho será realizado das 14h30 às 18h30, no Hotel Vale Verde, na avenida Afonso Pena, 106, bairro Amambaí. No mesmo local, das 19h30 às 20h30, haverá reunião com representante do presidente autodeclarado da Venezuela, Juan Guaidó. A embaixadora  do governo paralelo venezuelano,  María Teresa Belandria, chega amanhã em Mato Grosso do Sul e fica até sexta-feira, para avaliar a situação das famílias de imigrantes.

Oficialmente, quem comanda a Venezuela é Nicolás Maduro, mas em 2019  o governo brasileiro reconheceu Guaidó como presidente.  Belandria deve conversar com os prefeitos da Capital, Marquinhos Trad (PSD), e de Dourados, Alan Guedes (PP), e levantar números oficiais sobre venezuelanos que hoje moram em cidades sul-mato-grossenses.

A programação prevê ainda visita ao governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), assim como com autoridades da PF (Polícia Federal) e do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), além de serem realizadas reuniões com diversos organismos que apoiam os migrantes venezuelanos em Mato Grosso do Sul.

Fonte: Campograndenews

Comentários