12.2 C
Ponta Porã
quinta-feira, 11 de agosto, 2022
InícioNotíciasNúmeros crescentes consolidam Caravana como melhor programa de saúde de MS

Números crescentes consolidam Caravana como melhor programa de saúde de MS

Até a manhã desta terça-feira, 5.028 consultas, 521 cirurgias de catarata e 22.747 exames foram realizados na estrutura montada no pátio do Hospital Regional

26/06/2019 00h37 – Por: Dora Nunes

O maior programa de saúde de Mato Grosso do Sul vem contabilizando diariamente centenas de atendimentos que vão desde consultas até cirurgias oftalmológicas. Até a manhã desta terça-feira, foram realizadas 5.028 consultas, 521 cirurgias de catarata e 22.747 exames. A previsão inicial é de que até o final do programa, previsto para 5 de julho, tenham sido feitas 2 mil cirurgias, entre catarata, yag laser, pterígio e vitrectomia, 24 mil exames e 8 mil consultas.

Com a nova edição, a Caravana da Saúde se consolida como o maior programa de saúde de Mato Grosso do Sul. Com de R$ 70 milhões de investimentos do Governo do Estado, o projeto já somou mais de 500 mil atendimentos que beneficiaram 240 mil pessoas em onze microrregiões, totalizando acima de 60 mil cirurgias realizadas, desde a primeira edição, iniciada em abril de 2015.

“Enxergando demais”

Integrando um grupo de quinze pessoas que chegou bem cedinho, por volta das 6 horas da manhã, vindas de Itaquiraí, Luiz Serafim dos Santos, 66 anos, disse que pretende repetir o sucesso da esposa, Maria das Graças, 72 anos. Há cerca de três anos, ela foi atendida na primeira edição do programa. “Ela fez cirurgia nos dois olhos e está enxergando até demais”, brincou.

Aposentado, Luiz Serafim diz que só não está trabalhando por causa da falta de visão. “As duas vistas estão bem embaçadas. Eu já tinha feito alguns exames que constataram a necessidade de uma cirurgia de catarata e quando a moça da prefeitura entrou em contato falando da Caravana da Saúde, eu fiquei animado. Agora estou aqui, com a esperança de que vou enxergar bem de novo, igual minha esposa”.

Luiz Serafim diz que gosta de trabalhar com comércio. Ele tinha um estabelecimento, o “Bar do Pernambuco”, em Itaquiraí, que atualmente está arrendado. “Quando eu voltar a enxergar bem, vou voltar para o balcão”, diz animado, na esperança de voltar a atender os inúmeros amigos que fez na cidade onde reside há cerca de 50 anos.

Outro itaquiraiense atendido pela Caravana da Saúde é o aposentado José Messias Cardoso, 69 anos, que ainda trabalha com perfuração de poços e fossas. Ele enxerga cerca de 70% com o olho esquerdo, que já passou por uma cirurgia, realizada há alguns anos no Paraná. Com o olho direito, diz que vê tudo “embaçado”.

José Messias conta sua história e mareja os olhos quando lembra da esposa Maria José Cardoso, falecida no exato dia em que receberam a informação da data em que viajariam para serem atendidos pela Caravana da Saúde. “Agora ela está lá no Céu. Fico muito triste quando lembro dela, porém temos que seguir a vida”, conclui esperançoso de ser bem sucedido com a cirurgia que a esposa também tanto desejava.

Números crescentes consolidam Caravana como melhor programa de saúde de MS

José Messias espera sair enxergando e voltar à ativa

Itaquiraienses chegou por volta das 6h da manhã

MAIS LIDAS