Força Nacional participou da queima da droga

Pela oitava vez consecutiva apenas este ano, a Polícia Federal realizou na quinta-feira, 17/9, uma operação para incineração de 32,7 toneladas de entorpecentes apreendidos entre agosto e primeira quinzena de setembro pela Delegacia da PF em Ponta Porã/MS. 

A maior parte da droga destruída consiste em tabletes de maconha, já que o Paraguai é um dos maiores produtores da planta.

Ao longo de 2020, apenas pela Delegacia da PF de Ponta Porã/MS, foram incineradas cerca de 178 toneladas de drogas (356 mil tabletes) nas oito ações de queima em altos fornos. 

O transporte das quase 33 toneladas de droga foi realizado por dez Policiais Federais e oito policiais da Força Nacional de Segurança Pública até os fornos de duas usinas localizadas no município de Dourados/MS.

Para realização da queima, são necessárias autorizações prévias de diversos órgãos, como Justiça Federal, Justiça Estadual e Vigilância Sanitária.

Comentários