29 C
Ponta Porã
domingo, 14 de abril, 2024
InícioBrasil & MundoSaiba quem são as quatro vítimas do acidente de helicóptero em SP

Saiba quem são as quatro vítimas do acidente de helicóptero em SP

Vítimas são reveladas
Reprodução

Vítimas são reveladas


As quatro vítimas do acidente de helicóptero que ocorreu nesta sexta-feira (17) na Barra Funda, em São Paulo , tiveram seus nomes divulgados pelas autoridades. A queda da aeronave ocorreu entre as ruas Pedro Luís Alves Siqueira e James Holland.

João Intorm Neto, do Rio de Janeiro, era quem pilotava o helicóptero na hora que ocorreu a queda. Os empresários Caio Lúcio de Benedetto Moreira, Antônio Cano dos Santos Júnior e Wellinston Roberto Palhares eram os outros três homens que estavam na aeronave.

A aeronave caiu em um prédio desativado. Os bombeiros informaram que o helicóptero saiu de Guarujá e estava próximo do pouso no Aeroporto Campo de Marte, na Zona Norte de São Paulo.

Segundo o subcomandante Yuri Moraes, a aeronave bateu contra um coqueiro antes de atingir o solo. Ele também afirmou para a reportagem que a “ocorrência chegou aos Bombeiros por volta das 14h45”, mas que a aeronave caiu às 14h35.

Há informações de que todas as vítimas são homens. Três seriam de São Paulo e um do Rio de Janeiro. Ainda não há identificação dos mortos.

Segundo a ANAC, o helicóptero de prefixo PR-PGC era operado pela Helimarte Táxi Aéreo. A aeronave tinha autorização para voo e a capacidade máxima de passageiros é para apenas três e mais o piloto.

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) deve iniciar as investigações ainda nesta sexta-feira.

A Helimarte foi procurada pelo iG, mas não quis comentar o acidente. Porém, o advogado da empresa, Sergio Gegers, fez uma coletiva de imprensa para tratar do assunto.

“A empresa está aqui com o diretor e todos os profissionais que compõem o grupo, todos treinados. Vamos aguardar o relatório do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) e das autoridades. Não temos nenhuma outra informação no momento, não sabemos o que aconteceu, não temos a causa do acidente. Estamos dando todo o suporte para as famílias das vítimas e também colaborando com as autoridades competentes. Todas as aeronaves da empresa são devidamente cadastradas, reguladas e revisadas com acompanhamento diários inclusive de órgãos estaduais”, discursou.

Peritos do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) estão no local e que investigadores realizaram a ação inicial da ocorrência. 

As ruas dos Americanos e Luis Alves de Siqueira e outro no trecho entre a Avenida Norma Pieruccini Giannotti e a Rua Luis Alves de Siqueira tiveram seus acessos bloqueados pela CET.

Testemunha viu o acidente

Uma testemunha viu o momento em que um helicóptero caiu  em São Paulo. O caseiro de um prédio que fica próximo do local do acidente contou que uma das vítimas tentou pular da aeronave antes de ocorrer a queda.

“Na hora do acidente, ele tava vindo e soltou a parte traseira da calda. Aí ele foi caindo e tinha gente na porta tentando pular. Só que bateu no coqueiro e depois no poste da guarita onde fica outro segurança. Uma das vítimas tentou pular, mas não pulou”, relata Anselmo da Silva com exclusividade para o Portal iG.

“O outro segurança tava na guarita com um cachorro e só escutou o estouro da batida. Eu vi batendo, aí foi um estrondo, barulho forte. Quando caiu, subiu uma fumaça. Corri para ajudar o outro segurança e cheguei a ver vítimas que estavam todas quebradas”, acrescenta.


Entre no canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Nacional