Foto: Direto das Ruas

Oficialmente a fronteira continua fechada, mas desde ontem acesso é livre entre as duas cidades

Oficialmente as fronteiras do Paraguai continuam fechadas devido à pandemia do novo coronavírus, mas em Pedro Juan Caballero a proibição de entrada e saída de pessoas agora só existe no papel. Desde a manhã de ontem (10), todos os acessos entre Pedro Juan Caballero e Ponta Porã (MS) estão liberados.

Por motivos ainda desconhecidos, militares da FTC (Força-Tarefa Conjunta) que desde março vigiavam os acessos para impedir entrada dos brasileiros deixaram a Linha Internacional.

Moradores que contrários ao fechamento aproveitaram a situação e destruíram os bloqueios na maioria dos acessos. A cerca de arame farpado foi cortada e as barricadas feitas com pneus e madeira foram desmanchadas.

Alguns moradores aproveitaram para levar para casa os pedaços de madeira e os palanques usados para esticar a cerca de arame. Na tarde de ontem e nesta sexta-feira foi intenso o trânsito de pessoas saindo de Ponta Porã para fazer compras em Pedro Juan Caballero.

No fim de semana, homens encapuzados cortaram a cerca de arame em vários pontos e colocaram fogo nos pneus usados para bloquear os acessos. Na segunda-feira as barreiras foram refeitas, mas ontem os militares deixaram a cidade e os acessos foram reabertos.

A Força-Tarefa Conjunta ainda não se manifestou sobre o caso. informações extraoficiais indicam que os militares foram direcionados para reforçar a equipes que estão no Departamento de Concepción, a 60 km de Pedro Juan Caballero, nas buscas ao ex-vice-presidente daquele do Paraguai, Óscar Denis Sánchez, 74, sequestrado na noite de quarta-feira (9) por guerrilheiros do EPP (Exército do Povo Paraguaio).

  • CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS
Comentários