Está marcado para quarta-feira, dia 22, o júri do casal acusado de matar o técnico agrícola Ludwig Max Pockel, de 48 anos.

A juíza de direito Thielly Dias de alencar Pitthan, da 1ª Vara Criminal de Ponta Porã, declarou o processo saneado e apto para o julgamento na referida data, assim, dia 22, Franciele Salmázio da Luz e Nadir Ricardo, conhecido como “pica-pau” estarão sendo julgados pelo crime.

RELEMBRE O CASO:

A namorada do técnico agrícola Ludwig Max Pockel, de 48 anos, e um comparsa, foram presos na noite de 29 de julho de 2020, suspeitos de terem executado a vítima, que estava desaparecida desde o dia 25, na região do Distrito de Nova Itamarati em Ponta Porã.

Franciele Salmázio da Luz de 34 anos e Nadir Ricardo de 34 anos, conhecido como “pica-pau” foram detidos e prestaram depoimento com contradições, sendo que o homem acabou confessando ter matado Pockel .

A mulher levou os policiais até um matagal, próximo a uma plantação de milho, onde deixou o corpo do técnico agrícola. O homem foi assassinado a golpes de faca e depois teve o corpo incendiado com gasolina que foi retirada de sua própria motocicleta.

Comentários