32 C
Ponta Porã
segunda-feira, 15 de agosto, 2022
InícioPolíciaApós matar esposa e filho na fronteira de MS, homem ligou para...

Após matar esposa e filho na fronteira de MS, homem ligou para amigo

Maurílio Arcanjo, de 62 anos, após ter matado a esposa de 37 anos e o filho de 10, na madrugada de domingo (5), em Ponta Porã, cidade diante 320 quilômetros de Campo Grande e que faz fronteira com Pedro Juan Caballero, no Paraguai, ligou para amigo. A mensagem circula nas redes sociais e deixou os moradores em estado de choque.

“É o seguinte: Eu acabei matar a Aline e matei o Davi. E daí eu vou me matar. Eu vou deixar o portão aberto e aí você vem aqui e toma as providências cabíveis tem que tomar e chama a polícia. Tá Bom? Só isso que eu tenho para te avisar, beleza?”, relatou Maurílio ao amigo identificado como Tião.

O crime teria ocorrido após um desentendimento do autor com a esposa. Durante a discussão, o homem teria sacado um revólver de calibre .38 e efetuado os disparos. A polícia foi acionada e, ao chegar à residência do casal, localizou várias cápsulas de bala e uma caixa de munições no quarto, além de rastros de sangue que levavam até a varanda da casa, onde o homem foi encontrado.

Foram disparados ao menos cinco tiros no tórax da mulher, e dois na criança. As vítimas morreram em cima da cama. Já o autor foi socorrido pela unidade do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levado até o hospital Regional de Ponta Porã, onde passou por cirurgia. Ele tinha duas perfurações no peito e algumas queimaduras. Maurílio segue internado em estado grave.

MAIS LIDAS