Por: Eloir Vieira

“Vós mulheres, sujeitai-vos a vosso marido, como ao Senhor; porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo” (Ef 5.22,23).

Sim, a igreja começa em casa; porque a igreja de Cristo são pessoas que creem e têm comunhão com Cristo na obediência ao seu evangelho. No lar, a esposa cristã representa a igreja, se sujeitando ao seu marido, como a igreja se sujeita a Cristo: “De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seu marido” (Ef 5.24). O marido, que representa Cristo, e sendo sacerdote do lar deve amar, alimentar e cuidar da mulher, como Cristo ama, alimenta e cuida da igreja: “Vós, maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela” (Ef 5.25). Assim, o casal, deve estar unido e em harmonia!

Alguns deveres do homem cristão: “Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar; não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganancia, mas moderado, não contencioso, não avarento; que governe bem a sua própria família, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia (porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?); não neófito, para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo. Convém, também, que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em afronta e no laço do diabo” (1ªTm 3.2-7).

As mulheres devem sujeitar-se ao seu marido como ao Senhor. Respeitando-o, honrando-o, sendo obediente e fiel: “Vós mulheres, sujeitai-vos a vosso marido, como ao Senhor; porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo” (Ef 5.22,23). O marido não é maior nem melhor que a mulher, isto é apenas uma questão de ordem: “Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva” (1ªTm 2.13). Veja que primeiro, Deus fez o homem do pó da terra (Gn 2.7); e depois, fez a mulher da costela do homem: “E da costela que o SENHOR Deus tomou do homem formou uma mulher; e trouxe-a a Adão” (Gn 2.22).

Uma mulher idônea, é honra para o marido: “A mulher virtuosa é a coroa do seu marido, mas a que procede vergonhosamente é como apodrecimento nos seus ossos” (Pv 12.4) “Toda mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola derriba-a com suas mãos” (Pv 14.1). Mulher idônea é como pedra preciosa, feliz de quem encontra: “Mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor muito excede o de rubins” (Pv 31.10). O amor deve prevalecer sobre o casal: “Assim também vós, cada um em particular ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido” (Ef 5.33). A mulher não se aparte do marido; e o marido não deixe a mulher (1ªCo 7.10,11). Deus abençoe!

Comentários