4.3 C
Ponta Porã
quinta-feira, 19 de maio, 2022
InícioEloir VieiraArtigo: Falsos Profetas, por Eloir Vieira

Artigo: Falsos Profetas, por Eloir Vieira

“Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que veem até vós vestidos como ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores” (Mt 7.15).

Profetas: Religiosos que usam a Bíblia e falam em nome de Deus. O Senhor Jesus equipa seus discípulos com dons espirituais para exercerem suas funções no corpo da igreja: “E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores” (Ef 4.11).

Entretanto, existem falsos profetas. Pessoas que se intitulam ser de Deus para enganar aos outros; usam a Bíblia e o nome de Deus e de Jesus Cristo, com sutileza e esperteza, a fim de se beneficiarem de quem não tem conhecimento da verdade e acredita nas suas interpretações de versículos bíblicos e argumentações com palavras mansas e agradáveis aos olhos e aos ouvidos. Seus seguidores são alienados e manipulados, obedecendo às doutrinas criadas por eles mesmos e não as de Cristo estabelecidas no seu evangelho.

Assim como Jesus não veio para se servir, mas para servir as pessoas, assim foi a sua ordem aos seus discípulos, conforme está no seu evangelho: “Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai. Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos; nem alforges para o caminho, nem duas túnicas, nem sandálias, nem bordão, porque digno é o operário do seu alimento” (Mt 10.8-10). “Portanto, pelos seus frutos os conhecereis” (Mt 7.20).

O verdadeiro profeta, quando fala, a profecia se cumpre. O falso fala, mas não se realiza; assim se conhece o profeta: pelo resultado da profecia. Se vem de Deus, se cumpre; se não se cumprir, não vem de Deus: “E se disseres no teu coração: Como conheceremos a palavra que o Senhor não falou? Quando o tal profeta falar em nome do Senhor, e tal palavra se não cumprir, nem suceder assim, esta é palavra que o Senhor não falou; com soberba a falou o tal profeta; não tenhas temor dele” (Dt 18.21,22).

O falso profeta é um golpista; fala em nome do Senhor, ou no nome de falsos deuses, com a finalidade de ludibriar, enganar as pessoas. Dá a impressão de querer ajuda-las, quando na verdade, interiormente, a sua intenção é se beneficiar delas, que acreditam e atendem aos seus argumentos; o fim deles será a morte: “Porém o profeta que presumir soberbamente de falar alguma palavra em meu nome, que eu lhe não tenho mandado falar, ou o que falar em nome de outros deuses, o tal profeta morrerá” (Dt 18.20).

Um falso profeta, ensina mandamentos e doutrinas humanas, não as estabelecidas por Deus, divinamente inspiradas pelo Espírito Santo. Uma maneira fácil de distinguir o verdadeiro do falso é examinar as Escrituras. Os falsos ensinos não apresentam versículos; ou as interpretações são erradas, intencionalmente ou não. Deus abençoe!

Eloir Vieira

MAIS LIDAS