Por: Eloir Vieira

“Mas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro e se guardam para o fogo, até o Dia do Juízo e da perdição dos homens ímpios” (2ªPe 3.7).

A Palavra de Deus diz que os céus e a terra se reservam como tesouro e se guardam para o fogo, até o Dia do Juízo de Deus. Logo, sabemos qual será o futuro da terra! O Dia do Senhor, virá como o ladrão de noite; repentino, inesperado, e causando grandes danos: “Mas o Dia do Senhor virá como o ladrão de noite, no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra e as obras que nela há se queimarão” (2ªPe 3.10). Não vai permanecer pedra sobre pedra, tudo será queimado!

Os homens ímpios, vão para a perdição eterna no Dia do Juízo de Deus (2ªPe 3.7).

Sabemos qual será o futuro da terra, e não sabemos quando acontecerá isso, pois, será como um ladrão de noite, sem sinal de aviso; então, devemos estar com nossa vida em Deus: “Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato e piedade, aguardando e apressando-vos para a vinda do Dia de Deus, em que os céus em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão?” (2ªPe 3.11,12).

Estando com nossa vida em Deus, pela fé em nosso Salvador e Senhor Jesus Cristo, não nos importamos quando isso irá acontecer, porque quem crê e vive em comunhão com Deus, tem as promessas de Deus, garantidas para o tempo presente e tempo futuro: “Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça. Pelo que, amados, aguardando estas coisas, procurai que dele sejais achados imaculados e irrepreensíveis em paz” (2ªPe 3.13,14).

No novo céu e nova terra que Deus criará para os filhos de Deus, que creram e viveram em comunhão com sua Palavra, não haverá pranto, sofrimento, nem lembranças deste mundo perdido: “Porque eis que eu crio céus novos e nova terra; e não haverá lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão” (Is 65.17).

A nova morada dos homens crentes em Cristo, que sofreram mas não abriram mão da fé, mas foram perseverantes até o fim, na obediência e fidelidade para com Deus, será numa nova terra com um novo céu, sem pecado e sem dor: “E vi um novo céu e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe” (Ap 21.1). Deus habitará com os homens na nova terra e novo céu (Ap 21.3).

Não haverá mais pranto, dor, morte, mas só paz e sossego: “E Deus limpará de seus olhos toda lágrima, e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor, porque já as primeiras coisas são passadas” (Ap 21.4). Este mundo está condenado por causa do pecado. Mas existe uma nova vida, sem pecado, esperando por nós! Ande com Deus!

Comentários