“Ora, irmãos, rogamo-vos, pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e pela nossa reunião com ele” (2ªTs 2.1)

A era da igreja, corresponde ao período que vai da morte e ressurreição de Jesus Cristo, até o arrebatamento da igreja. Quando Jesus ainda estava literalmente na terra exercendo o seu ministério, ensinando os discípulos, a igreja ainda não existia, mas estava sendo planejada. Jesus, disse a Pedro, que iria edificar a sua igreja: “Pois também eu te digo que tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mt 16.18).

O próprio Senhor Jesus é a Pedra: “E bebiam todos de uma mesma bebida espiritual, porque bebiam da pedra espiritual que os seguia; e a pedra era Cristo” (1ªCo 10.4). “Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina” (At 4.11). Jesus é o fundamento da igreja: “Porque ninguém pode pôr outro fundamento, além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo” (1ªCo 3.11). “Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecerdes sacrifícios espirituais, agradáveis a Deus, por Jesus Cristo” (1Pe 2.5).

A igreja está esperando o arrebatamento: “Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora. E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo” (Rm 8.22,23). Redenção: Resgate do gênero humano por Jesus Cristo; auxílio, proteção que livra de situação difícil; salvação.

No arrebatamento, Jesus descerá até um ponto no céu, e espera a igreja, que subirá ao seu encontro: “Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor” (1ªTs 4.16,17). Será rápido como um piscar de olhos: “Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados” (1ªCo 15.52).  

O dia e a hora ninguém sabe. Por isso, Jesus mandou estar pronto para subir a qualquer momento: “Vigiai, pois, porque não sabeis o Dia nem a hora em que o Filho do Homem há de vir” (Mt 25.13). “Portanto, estai-vos também apercebidos; porque virá o Filho do Homem à hora que não imaginais” (Lc 12.40). No dia do arrebatamento da igreja, encerra-se o período de salvação pela graça. Prepare-se, Jesus está voltando!

Comentários