O corpo de Eduardo Alvarenga Gonzales foi encontrado horas depois dele ter sido sequestrado.

Foi identificado como Eduardo Alvarenga Gonzales o homem encontrado esquartejado, hora depois de ter sido sequestrado, na tarde desta quinta-feira (29), em Ponta Porã. Ao lado do corpo da vítima estava um “aviso” de quem supostamente serão os próximos “alvos” dos assassinos de Eduardo.

“Atenção Celso Gonçalves e Leandro Gonçalves (Surubim) vocêis são os próximos (sic)”, diz um bilhete que estava colado em um pedaço de papelão, junto ao corpo.

Bilhete ao lado de corpo esquartejado indica próximos "alvos" de criminosos
Local onde o corpo foi encontrado junto ao bilhete. (Foto: Direto das Ruas)

A polícia ainda está investigando quem são os homens citados no recado deixados pelos criminosos, possivelmente, eles são parentes, uma vez que o sobrenome é o mesmo: Gonçalves.

Por enquanto, nenhum suspeito de participação na execução foi preso. Equipes da Guarda Civil Metropolitana da Fronteira, Polícia Militar e Polícia Civil estão empenhadas nas buscas. O carro usado pelos sequestradores, um Toyota Corolla preto, foi encontrado em chamas a 300 metros do local onde o corpo foi deixado.

Conforme apurado pelo Campo Grande News, Eduardo foi sequestrado por volta de 15h na Rua Manoel Cardinal, no bairro Universitário. Testemunhas contaram que bandidos encapuzados e armados perseguiram a vítima atirando.

O homem teria sido ferido e colocado ainda vivo no porta-malas do carro. Policiais e guardas civis fizeram buscas no bairro, mas não encontraram pistas do sequestro. Só no começo desta noite que o Corolla foi encontrado próximo ao distrito de Sanga Puytã, na margem da BR-463 (que liga Ponta Porã a Dourados). Uma hora depois o corpo foi encontrado perto do rodoanel, a pelo menos 300 metros de onde estava o veículo.

Bilhete ao lado de corpo esquartejado indica próximos "alvos" de criminosos
Eduardo Alvarenga Gonzales. (Foto: Direto das Ruas)

Fonte: Campograndenews

Comentários