12.2 C
Ponta Porã
quinta-feira, 11 de agosto, 2022
InícioBrasil & MundoCultura de Viagens: Emprego remoto e trabalhos flexíveis

Cultura de Viagens: Emprego remoto e trabalhos flexíveis

Atualmente, cada vez mais pessoas optam pelo nomadismo digital. Em vez de optarem por viver numa cidade específica, sempre presas ao mesmo escritório, essas pessoas preferem viajar pelo mundo, usufruindo da liberdade e enriquecimento cultural que o trabalho remoto oferece.

Neste artigo oferecemos diversas dicas que vão ajudar quem pretende viver desta forma. Ao longo das próximas linhas poderá aprender coisas tão diferentes e úteis quanto criar convites online grátis, comunicar de forma adequada remotamente ou como planear uma rotina de trabalho.

Comunique regularmente com os seus colegas e clientes

Cultura de Viagens: Emprego remoto e trabalhos flexíveis
fonte: https://unsplash.com/photos/HJgaV1qjHS0

Principalmente quando se trabalha em empresas que maioritariamente funcionam no sistema não remoto, é fácil que quem trabalha diariamente junto se esqueça dos colegas que estão em sistema remoto.

Para estar presente, é importante comunicar regularmente com os colegas, mesmo que seja apenas para marcar o ponto ou dizer olá.

Outras formas  de manter o contacto passam por organizar videoconferências, conferências telefónicas ou e-mails detalhados. O fundamental é que todos sintam que faz parte da empresa e que dá um contributo interessante.

Crie e cumpra uma rotina de trabalho

Ao pensar em como trabalhar remotamente de forma eficaz, deve procurar construir um horário de trabalho remoto. A organização e a criação de uma rotina são fatores indispensáveis para o sucesso no trabalho remoto.

Ao trabalhar à distância, não terá colegas nem chefes a controlar o que faz. As distrações e as tentações podem ser muitas. E a verdade é que ninguém é completamente imune a essas distrações.

A grande vantagem ao ter a liberdade de definir o seu próprio horário, é que pode começar e terminar quando lhe der mais jeito. Por exemplo, se é uma pessoa que gosta de terminar cedo a sua jornada de trabalho para poder usufruir de algumas horas de praia durante a tarde, basta começar mais cedo.

Pelo contrário, se gosta de acordar tarde, para tirar melhor partido das festas à noite, então pode começar a trabalhar a meio da manhã e ainda terá tempo suficiente para aproveitar as noites longas de festa.

Não abdique de apresentar uma imagem profissional

Cultura de Viagens: Emprego remoto e trabalhos flexíveis
fonte: https://unsplash.com/photos/tZc3vjPCk-Q

Trabalhar de forma remota não significa que deva abdicar de manter uma imagem profissional. A forma como comunica é essencial para alcançar o sucesso enquanto profissional remoto e flexível.

Por isso, é essencial apostar em ferramentas que ajudem a criar elementos gráficos profissionais, modernos e de alta qualidade. Não interessa se estamos a falar da sua assinatura de email, ou de convites para eventos digitais, tudo aquilo que representa a sua imagem deve ter o mais elevado padrão de profissionalismo.

Felizmente, existem diversas ferramentas que ajudam e facilitam a criação de elementos gráficos digitais de elevada qualidade.

Adira ao espírito de comunidade, fazendo parte de um espaço de coworking

Cultura de Viagens: Emprego remoto e trabalhos flexíveis
fonte: https://nomadismodigital.pt/trabalhar-online-trabalhar-remotamente/

Deve fazer parte de um espaço de coworking? A nossa resposta é um rotundo: sim! Aderir a um espaço de coworking é a escolha ideal para qualquer pessoa que procura um ambiente de trabalho mais conveniente e adequado. É seguramente uma melhor opção do que trabalhar a partir de cafés ou de esplanadas.

Os inconvenientes de trabalhar a partir de um café ou restaurante são vários: o barulho ambiente, das pessoas e das máquinas. A inexistência de tomadas elétricas em número suficiente. A insatisfação de outros clientes obrigados a aguardar para que as mesas fiquem livres. Ou simplesmente, os próprios horários destes espaços comerciais, que podem não ser os mais convenientes.

Além disso, ao conhecer outras pessoas que trabalham remotamente numa espécie de comunidade de trabalho, pode partilhar dicas, competências profissionais, oportunidades de emprego e até construir amizades.

Imponha limites à sua jornada de trabalho

A não ser que esteja a trabalhar com um prazo apertado, deve procurar restringir o seu período de trabalho a um limite que seja positivo para a sua vida pessoal e social, mas que também contribua para que a produtividade se mantenha elevada.

É importante dar prioridade ao equilíbrio entre trabalho e vida. Foque-se em aproveitar bem o ambiente em sua volta. Reserve tempo para fazer aquilo que mais gosta. Não importa se é fazer surf, correr, ir ao ginásio, fazer projetos de bricolage, explorar a natureza.

O dia de trabalho ideal não deve ter mais do que entre 6 a 9 horas e pode (e deve) ter pausas pelo meio.

Trabalhar remotamente, enquanto viaja, pode ser desafiante, especialmente quando os colegas ou clientes estão noutra parte do mundo. Pode acontecer que, quando o dia estiver a começar para uns, esteja a terminar para outros, fazendo com que a jornada de trabalho se prolongue de forma desnecessária.

Contudo note, que se tirar uma manhã inteira com a expectativa de recuperar um dia completo de trabalho durante a tarde ou a noite, pode acabar por ter dificuldades em cumprir o estipulado. O essencial é dar prioridade ao seu bem-estar, divertindo-se, enquanto cumpre bem as suas obrigações.

Siga estas dicas e aumente a sua produtividade

Trabalhar remotamente enquanto viaja pode ser um sonho, mas também um grande desafio. Siga as nossas dicas para alcançar sucesso a trabalhar enquanto descobre o mundo.

MAIS LIDAS