Animal morto dentro de um sacola. (Foto: Direto das Ruas)

Elizeu Gomes Macedo Junior, de 25 anos, foi preso nesta terça-feira (12) depois de arrastar um cachorro pelo pescoço, e deixá-lo agonizando até a morte, após atropelamento, em Dourados, MS. Conforme o boletim de ocorrência sobre o caso o jovem foi flagrado por uma testemunha puxando o animal na Rua Cuiabá, na região central da cidade, por volta das 14h55. O animal estava com a língua para fora e visivelmente sufocado pela corrente.

O morador perdeu o suspeito de vista ao sair da rua, mas ao retornar para o trajeto, cerca de 15 minutos depois, já encontrou Elizeu deixando o animal agonizando na beira da via, no cruzamento com a Rua General Osório. Uma outra moradora também viu o momento em que o rapaz chegou à esquina arrastando o animal, retirou a coleira e o deixou para trás. Ao tentar atravessar o cãozinho foi atropelado e o motorista fugiu.

Depois de deixar o cachorro sangrando à beira da rua, Elizeu ainda retornou e passou pelo animal, mas novamente não prestou nenhum tipo de socorro. As testemunhas denunciaram o fato à Polícia Civil que logo na sequência saiu em busca do tutor. Elizeu foi encontrado na mesma rua por onde saiu arrastando o animal. Aos policiais ele admitiu que arrastou o animal, pois ele não queria andar na coleira.

Depois de soltá-lo da corrente o cachorro permaneceu embaixo de um veiculo e ao tentar atravessar a rua, possivelmente para acompanhar o dono, o cão acabou sendo atropelado. O jovem disse que retornaria ao local com uma sacola para retirar o animal morto da via. Elizeu foi autuado em flagrante pela lei que dispões sobre maus-tratos a animais, pode ser multado e, caso seja condenado, pegar de 2 a 5 anos de prisão.

Fonte: Campograndenews

Comentários