17 C
Ponta Porã
segunda-feira, 20 de maio, 2024
InícioRegiãoCampo GrandeMorre PM reformado que assassinou empresário no Procon

Morre PM reformado que assassinou empresário no Procon

A causa da morte ainda não foi informada.

Morreu nesta sexta-feira (19) o policial militar reformado José Roberto de Souza, 54 anos, preso em fevereiro de 2023 por matar a tiros o empresário Antônio Caetano de Carvalho, 67 anos, durante uma audiência no Procon (Secretaria Executiva para Orientação e Defesa do Consumidor), na região central de Campo Grande.

José Roberto estava no Centro de Triagem Anísio Lima, em Campo Grande e a informação foi divulgada pelo advogado José Roberto da Rosa, que atua na defesa do policial reformado. A causa da morte ainda não foi informada.

No entanto, conforme apurou o Campo Grande News, o militar passava por problemas cardíacos e foi encaminhado para hospital na noite de quarta-feira (17), onde morreu nesta sexta-feira, mas ainda não há confirmação do horário.

O militar aposentado se entregou à polícia no dia 16 de fevereiro de 2023, três dias após matar a tidos o Antônio. Ele foi até à 1ª Delegacia de Polícia Civil acompanhado do advogado e em seguida foi encaminhado para o presídio.

NA época, a defesa chegou a dizer que o empresário ofendeu a o policial por algumas vezes o chamando de “policinha” e “neguinho” e que a discussão por R$ 600 durante a audiência no Procon foi o “estopim”. Já o militar alegou em audiência ter lapsos de memória e que não queria ter ido à audiência.

No dia 24 de fevereiro daquele mesmo ano, o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) ofereceu denuncia contra o José Roberto por homicídio qualificado por motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima. Em setembro ele foi pronunciado pelo crime e passaria por julgamento em Tribunal do Júri, mas a data ainda não havia sido marcada.

Fonte: Campograndenews