Georgetown/Guiana – A Polícia Federal e a Customs Anti Narcotic Unit – CANU (Unidade Antinarcóticos e Aduana) da República da Guiana assinaram na quinta-feira (26/11) acordo de cooperação técnica para enfrentamento ao crime organizado transnacional.

O tratado inclui a prevenção e o combate ao tráfico ilícito de drogas, ao terrorismo, ao tráfico de pessoas, ao tráfico ilegal de armas de fogo e correlatos, à lavagem de dinheiro, à falsificação de documentos e aos crimes cibernéticos.

O instrumento vai permitir a realização de eventos de capacitação e treinamento de policiais e oficiais, intercâmbio para seminários e congressos, compartilhamento de tecnologias, de equipamentos e de informações, bem como o apoio a investigações, inclusive por meio da designação de “oficiais de enlace” para atuarem em ambos os países.

A negociação deste acordo iniciou-se durante a 4ª Reunião da Comissão Conjunta Brasil-Guiana sobre cooperação policial, em 2019 em Georgetown, e terminou nesta semana, também na capital da Guiana, com a assinatura do documento pelo Diretor Executivo da Polícia Federal, Carlos Henrique Oliveira de Souza, e pelo Diretor da CANU, James Garvin Singh, por ocasião da visita oficial do Ministro das Relações Exteriores do Brasil àquele país.

Divisão de Comunicação Social
[email protected]
(61) 2024.8142

Comentários