11 C
Ponta Porã
sexta-feira, 19 de agosto, 2022
InícioEloir VieiraO nascimento de Jesus Cristo

O nascimento de Jesus Cristo

“Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, achou-se concebido do Espírito Santo” (Mt 1.18).

Jesus era esperado havia muito tempo. Uma promessa de Deus à Israel. As profecias anunciavam a vinda de um Rei Eterno: “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o principado está sobre os seus ombros; e o seu nome será Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz” (Is 9.6). “E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre milhares de Judá, de ti me sairá o que será Senhor em Israel, e cujas origens são desde os dias da eternidade” (Mq 5.2).

Israel esperava um rei aos moldes das outras nações; um guerreiro forte, corajoso e determinado a destruir seus inimigos, protegendo assim a nação israelita. Entretanto, os planos de Deus, não era matar os inimigos de Israel, mas salvar o seu povo dos pecados deles. A maneira como veio o Salvador, foi inusitada e inesperada por todos.

O judeu José, estava de casamento contratado com Maria, e ambos aguardavam o dia do seu matrimônio quando aconteceu o inesperado. A Bíblia narra que antes de Maria ficar grávida do Espírito Santo, sua prima Isabel, esposa do sacerdote Zacarias, ambos de idade avançada, e que não tinham filhos, pois, Isabel era estéreo; por obra de Deus, Isabel já se encontrava grávida de João Batista havia seis meses.

Maria, recebeu a visita de um anjo do Senhor, que lhe entregou a mensagem de Deus: “E no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um varão cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria. E, entrando o anjo onde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres. E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras e considerava que saudação seria esta” (Lc 1.26-29).

Maria, sem reação, ouviu atentamente as palavras dele: “Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus, E eis que em teu ventre conceberás, e dará à luz um filho, e pôr-lhe-às o nome de Jesus. Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai, e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu Reino não terá fim” (Lc 1.30-33). 

Diante da gravidez de sua noiva, José, por amá-la muito, tentou deixa-la secretamente. Enquanto planejava isso, recebeu uma mensagem de Deus por sonho: “E, projetando ele isso, eis que, em sonho, lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber a Maria, tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito Santo. E ela dará à luz um filho, e lhe porás o nome de JESUS, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados” (Mt 1.20,21).

Essas coisas aconteceram para se cumprirem as profecias: “Portanto, o mesmo Senhor vos dará um sinal: eis que uma virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel” (Is 7.14). (EMANUEL traduzido é: Deus conosco). Deus abençoe!

Por: Eloir Vieira

MAIS LIDAS