Para agendar os exames é preciso levar RG, CPF e cartão do SUS

01/10/2019 09h40 – Por: Midiamax

A partir desta terça-feira (01) a Unidade Móvel Sesc Saúde da Mulher estará no HCAA (Hospital de Câncer de Campo Grande Alfredo Abrão) em apoio à Rede Feminina de Combate ao Câncer. A ação visa realizar exames gratuitos de mamografia para mulheres de 40 a 69 anos e coleta de exames preventivo (Papanicolaou) para mulheres de 25 a 64 anos.

O horário de atendimento é de segunda a sexta, das 7h às 11h e das 12h às 16h. Para agendar os exames, é necessário levar o RG, CPF e cartão do SUS.

A inauguração acontece a partir das 9h, junto ao lançamento do espaço Rede Feminina de Combate ao Câncer de Campo Grande, do HCAA, um espaço rosa localizado ao lado do novo prédio, na Rua Marechal Rondon nº 1053. O novo espaço é destinado exclusivamente para os trabalhos sociais desenvolvidos pela Rede, que fornece gratuitamente perucas, lenços, sutiãs com próteses e outros itens para pacientes em tratamento.

A parceria do Sesc com o HCAA visa multiplicar o acesso ao exame, dentro das recomendações preconizadas para as mulheres realizando o rastreamento para o diagnóstico precoce, aumentando as chances de cura. A expectativa é de realizar 700 mamografias e 700 preventivos durante o Outubro Rosa.

Sobre o câncer de mama

O movimento internacional intitulado “Outubro Rosa” nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama.

O câncer de mama é uma doença resultante da multiplicação de células anormais da mama, que forma um tumor. Há vários tipos de câncer de mama. Alguns se desenvolvem rapidamente, outros não. Relativamente raro antes dos 35 anos, a incidência cresce progressivamente após esta idade, especialmente após os 50 anos.

De acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer), o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil (depois do de pele não melanoma) respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença. Estimativa 2018/2019 aponta 59.700 casos novos de câncer de mama no Brasil, sendo 830 casos novos em Mato Grosso do Sul.

(Foto: Divulgação)

Comentários