Foto: Tião Prado - Pontaporainforma

Na manhã dessa terça-feira, dia 04 de maio, dois assassinatos chocaram a população de Ponta Porã, cidade do MS que faz fronteira com Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

De acordo com informações, mãe e filha foram mortas a tiros em seus locais de trabalho. Primeiramente, o assassino teria ido, por volta das 07h30min, até um Supermercado localizado na  Vila Maria Auxiliadora, entrou, e executou a mãe, de nome Erica Rodrigues Salomão, que trabalhava no setor de feirinha do Supermercado. Testemunhas disseram que o assassino chegou e atirou nas pernas de Erica para ela não correr. A vítima ainda pediu para que ele não a matasse, mas mesmo assim, a executou a sangue frio. Erica seria moradora no bairro Kamel Saad e teria ainda uma outra filha de apenas 11 anos.

Perto do dia das mães, mãe e filha são executadas friamente em Ponta Porã
Erica, a mãe, morta a tiros no supermercado

Logo depois, o autor do crime se deslocou até o hospital Regional da cidade onde, de acordo com testemunhas, teria ficado no portão esperando a vítima que quando chegou para trabalhar foi friamente executada. A jovem Naiala Vitoria Rodrigues tinha apenas 25 anos, e que, de acordo ainda com informações, teria um bebezinho. A vítima estava em moto inportada de cor preta, placa do paraguai 788 HGY. No local, a polícia encontrou 4 cápsulas de 9mm.

No dia 01 desse mês, a jovem Naiala teria registrado um boletim de ocorrência por ameaças contra o namorado.

Perto do dia das mães, mãe e filha são executadas friamente em Ponta Porã
Anaiala, morta aos 25 anos
Comentários