29 C
Ponta Porã
domingo, 14 de abril, 2024
InícioPolíticaPescadores querem frear projeto de lei que proíbe captura de dourado até...

Pescadores querem frear projeto de lei que proíbe captura de dourado até 2029

Com pesca proibida há cinco anos, federação alega “superpopulação” de animais em MS

A Fepea (Federação dos Pescadores e Agricultores do Mato Grosso do Sul) quer frear o projeto de lei que pretende ampliar a proibição da pesca do dourado até janeiro de 2029 em todo o Estado. De autoria do deputado estadual João César Mattogrosso (PSDB), o projeto vigorava desde 2019 e proibia a pesca, o embarque, o transporte, a comercialização, o processamento e a industrialização do peixe, e expirou em janeiro último.

Apesar de já ter “caído”, outro texto, também de autoria de Mattogrosso, já tramita na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) desde o fim de 2023 e visa estender a proibição por mais cinco anos, fator que para os pescadores é injustificável neste momento.

“Nossos rios começaram a ter uma superpopulação de dourados, isso em razão das políticas que já proibiram a pesca do peixe (nos últimos anos). Você percebe a olho nu (a superpopulação), e as proibições acontecem sem nenhum estudo científico, sem parecer técnico”, questionou o presidente da Fepea, Pedro Jovem dos Santos Júnior.

Diante de uma nova proibição, a Federação dos Pescadores pretende realizar até o fim deste mês uma assembleia junto à Alems para frear o projeto, visto que, em virtude do período de defeso, a pesca segue proibida até o dia 28 próximo por conta da piracema.

“Queremos uma audiência pública para ouvir técnicos, chamar Embrapa, Pantanal, Secretaria de Meio Ambiente e Ibama, justamente para debater a prorrogação ou não do prazo que impede a captura do dourado, assim como de outras espécies”, disse Pedro Jovem dos Santos ao Campo Grande News. Atualmente, a Fepea conta com 9,4 mil pescadores em 14 municípios do Estado.

O texto – Em justificativa, o projeto destaca que o dourado é a espécie que efetivamente “representa a Pesca Esportiva no Pantanal, e deve ser preservada, sendo oportuno registrar que quando da instituição da referida lei, a espécie estava em perigo de extinção em nossa região, portanto devendo ser uma preocupação de todos a sua preservação“. Conforme a proposição, a proibição da captura do dourado é um esforço conjunto entre Mato Grosso e Mato Grosso do Sul para ”harmonizar o regramento ambiental dos dois Estados, especialmente a preservação das espécies nativas”, diz o texto.

A nível nacional, o deputado federal Beto Pereira (PSDB) também tem uma proposição que visa interromper a pesca comercial do dourado em todos os rios brasileiros.

Fonte: Campograndenews