A maior diferença encontrada pela equipe do Procon foi em relação ao vaso pequeno de flor tipo Violeta.

Pesquisa do Procon/MS mostra que diferenças nos valores de determinados produtos em floriculturas podem ser de até 662%. O levantamento foi realizado entre os dias 21 a  23 de outubro, em 10 floriculturas e 3 mercados, de Campo Grande.

A maior diferença encontrada pela equipe do Procon foi em relação ao vaso pequeno de flor tipo Violeta. Em um estabelecimento comercial o produto foi encontrado por R$ 5,90 enquanto é vendido em outra floricultura, por R$ 45,00.  

Quem optar por homenagear seus mortos no Dia de Finados com uma coroa de flor Natural, a variação dos preços foi menor a do vaso de Violeta. É possível encomendar o produto por R$ 300, oo, mas pode encontrar também por R$ 350,oo, uma variação de 16,67%, dependendo da floricultura que preferir.

Já nos supermercadistas pesquisados, a maior  variação foi de 166,85% A flor calandiva (média), por exemplo, está sendo comercializada por R$ 23,99 ou  R$ 8,99, dependendo de onde o consumidor escolher para adquirir o item. O Girassol, também nas redes dos supermercados apresentaram variação de 15,40%. Com R$12,99 ou por R$ 14,99 é possível comprar o produto  

O trabalho da equipe do Procon Estadual se completou com o realização de comparativo entre os preços encontrados na pesquisa anterior (de 2 019) com a atual. Dos 32 produtos comparados por apresentarem as mesmas características, nos dois anos em questão, nas floriculturas 23 tiveram aumento que  atingem 57,88% e 09 deles sofreram decréscimo de até – 29,91%. Já nos mercados, dos 10 produtos comparados, 7 tiveram aumento, sendo 40,68% o maior e 03 deles sofreram decréscimo com registro de – 23,34%. Os itens comparados anualmente são aqueles que mantém a mesma apresentação (tamanho, peso e medida) de um ano para outro. 

Procon/MS, órgão integrante da Secretaria de Estado de  Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho–Sedhast.

Acesse aqui as pesquisas:

DIVULGAÇÃO MERCADO
DIVULGAÇÃO FLORES
COMPARATIVO FLORES
COMPARATIVO MERCADO

Fonte: Portal do MS

Comentários