G1

Segundo a vítima, o PM a atacou dentro da própria casa dela.

O policial militar suspeito de estuprar uma mulher em Copacabana, Zona Sul do Rio, foi preso administrativamente pela própria corporação.

Segundo divulgou o site G1, em nota, a Secretaria estadual de Polícia Militar também informou que foi pedido à Justiça que o policial fique preso por tempo indeterminado.

Segundo a vítima, que não será identificada, o PM a atacou dentro da própria casa dela. O caso teria ocorrido no dia 24 deste mês. Ao ser comunicada, a PM abriu um inquérito policial militar para investigar o ataque e a Polícia Civil também abriu uma investigação.

A assessoria de imprensa da corporação informou, nesta segunda-feira (31), que a mulher foi “prontamente atendida e ouvida a termo”, segundo o comandante do 19º BPM (Copacabana).

PM suspeito de estuprar mulher é preso

A corporação acrescentou que foi pedida a prisão preventiva – por tempo indeterminado – do policial junto à Auditoria de Justiça Militar do Rio.

“Ressaltamos que a Corporação, como tem demonstrado ao longo de sua história, não compactua e pune com o máximo rigor desvios de conduta cometidos por seus membros quando constatados os fatos”, frisou a PM.

Comentários