Homens de 20 e 30 anos foram mortos a tiros de fuzil e pistola em Pedro Juan Caballero.

A polícia suspeita de participação de barões da droga na dupla execução ocorrida na noite de domingo (8) em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande.

Esteban Martinez Perez, 30, e Diego Damian Rojas Bogarin, 20, seguiam em uma Saveiro branca quando foram cercados por quatro pistoleiros em duas motos e mortos com vários tiros de pistola 9 milímetros e fuzil 7,62.

O chefe de investigações da Polícia Nacional em Pedro Juan Caballero, comissário Feliciano Martínez, disse que os dois mortos eram suspeitos de ligação com o narcotráfico, mas não descarta outros motivos.

Fontes anônimas da polícia, no entanto, contaram a jornais paraguaios que os dois homens estariam envolvidos com uma carga de maconha enviada ao território brasileiro, mas apreendida pela polícia de Mato Grosso do Sul.

Segundo as informações extraoficiais, pessoas poderosas do submundo do crime na Linha Internacional teriam ordenado a execução de Esteban e Diego.

O comissário Feliciano Martínez afirmou que as investigações ainda estão no início e que não pode revelar detalhes para não atrapalhar o andamento do trabalho. Entretanto, na fronteira entre Pedro Juan Caballero e Ponta Porã a grande maioria dos crimes de execução nunca é esclarecida.

Fonte: Campo Grande News.

Comentários