Fotos: Lécio Aguilera

A sessão ordinária de terça-feira, 19 de outubro, foi marcada pela emoção. Revezando-se no microfone, os parlamentares lamentaram a perda de forma precoce e brutal do colega Farid Afif, morto recentemente. O vereador estava em seu segundo mandato e era o líder do prefeito na Câmara Municipal.

Ainda enlutados, os parlamentares enalteceram a atuação de Farid Afif no Parlamento Municipal. “Era um colega que se relacionava bem com todos os demais. Sempre de maneira cordial, bem-humorada e, acima de tudo, respeitosa”, declarou o presidente da Casa de Leis, Rafael Modesto.

A vereadora Lourdes Monteiro propôs uma moção de pesar aos familiares de Farid Afif. A proposta, fruto de um requerimento verbal, foi aprovada por unanimidade e será assinada por todos os 16 vereadores. Lourdes disse que não é fácil conviver com o luto, a dor de uma ausência. Ela fez um pronunciamento emocionado e dirigiu-se aos familiares do vereador falecido recentemente desejando que todos recebam conforto de Deus.

Kleber Ortiz apontou que a sessão desta terça-feira estava desfalcada. Ele lamentou a perda precoce do colega e disse que Farid era um exemplo de pai, filho, irmão, marido e amigo.

Kamila Alvarenga também emocionou-se na Tribuna ao relatar a tristeza enorme que sente com a perda do colega e amigo. Segundo ela, Farid era um colega respeitoso e sempre solícito procurando atender a todos.

Vanderlei Avelino declarou que estamos vivendo um momento de profunda tristeza e disse que a morte da Farid Afif representa uma perda enorme para a Câmara Municipal de Ponta Porã e para toda a sociedade pontaporanense.

Biro Biro também ressaltou a dimensão da perda, considerando-a irreparável diante da grandeza da atuação do seu colega. Segundo ele, Farid retornou à Casa Celestial e está nos braços de Deus.

O vereador Candinho Gabínio manifestou pêsames aos familiares e disse que a fronteira precisa receber um tratamento diferenciado na área de segurança pública. De acordo com o parlamentar, Ponta Porã precisa ter um policiamento especial, atuando principalmente na prevenção.

Edinho Quintana também lamentou a perda do amigo e disse que esá consternado pela situação. Hoje é um dia muito triste quando reiniciamos os trabalhos sem a presença do nosso colega.

Jelson Bernabé relatou que é doloroso estar na sessão ordinária sem contar com a presença do colega que era atuante e, nos dois mandatos exercidos, sempre foi bem votado pela população.

A vereadora Neli Abdulahad disse que a morte de Farid Afif fez com que a Câmara perdesse a alegria do convívio com ele e que as autoridades policiais, em suas investigações, precisam dar uma resposta à sociedade para que o crime não fique impune.

Marquinhos lamentou a perda do colega e lembrou também que toda a fronteira está de luto por conta das diversas mortes violentas ocorridas recentemente. Ele disse que o crime organizado está tirando a paz da população que não tem o direito nem mesmo voltar a se divertir após a pandemia. Ele defendeu mais investimentos na segurança.

O vereador Pastor Mauro Ortiz também ocupou a Tribuna para lamentar a perda do colega, mas também deixar uma palavra de conforto aos familiares e amigos. Os vereadores Angela Derzi, Edevaldo Mattoso Barbosa, José Menino Jr. e Waldecir Fernandes manifestaram pesar pela perda do colega e lembraram dos momentos de convivência com Farid Afif no Parlamento Municipal.

A vaga deixada por Farid será ocupada pelo suplente Agnaldo Miudinho que retornará ao Parlamento Municipal. Sua posse deve ocorrer na próxima semana.

ENERGISA

Durante a sessão, os parlamentares também se manifestaram de maneira contundente contra a empresa responsável pelo fornecimento de energia elétrica. De acordo com eles, os temporais do final de semana provocaram muitos danos e transtornos para a população, interrompendo o fornecimento de energia. Em algumas localidades, até a manhã de terça-feira, ainda não tinha sido restabelecido o fornecimento de eletricidade em alguns locais como os distritos de Nova Itaramati e Cabeceira do Apa.

Os vereadores disseram que a empresa não conseguiu atender a contento e dificulta muito o acesso aos usuários em busca de um serviço. Segundo eles, até o Procon está sendo acionado para que os consumidores tenham seus direitos respeitados.

Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Ponta Porã

Comentários