Foto: Arquivo pessoal (ALMS)

Neste mês, a Assembleia Legislativa realiza diversas ações voltadas para a pessoa idosa, por meio da campanha Junho Prata, que objetiva reunir esforços para conscientizar a população quanto a importância do respeito à integridade física e psíquica do idoso e estimular a denúncia de ações violentas cometidas contra eles. Por isso o programa Vida Saudável da Rádio ALEMS que vai ao ar nesta segunda-feira (14), conversou com o médico José Roberto Pelegrino, geriatra da Unimed Campo Grande, que destaca durante o bate-papo a importância de cuidar bem dos idosos.

Para o especialista é preciso proteger a população idosa, uma vez que ela já deu a sua colaboração para a sociedade por meio do seu trabalho e agora necessitam de cuidados. “É necessário protegê-los, para que haja um envelhecimento mais saudável, entre eles está a adoção de uma alimentação adequada, a prática de atividade física regular, a realização de atividades sociais e evitar alguns vícios”, pontua.

José Roberto Pelegrino destaca que é de extrema relevância não infantilizar os idosos, o que é preciso é tratá-los com respeito e saber aproveitar os ensinamentos que eles podem passar. “O idoso tem dificuldade de adaptação com o novo e acaba vivendo muito no passado, por isso qualquer tipo de novidade na vida desta pessoa deve ser introduzida com muito carinho e respeito. Atualmente o que vemos é um conflito de gerações, acredito que se houver uma intergeracionalidade é possível obtermos muitos benefícios”.

Outra questão destacada pelo geriatra está relacionada a perda da memória. Para ele idoso esquecido é mito, caso isso aconteça com frequência é necessário procurar um especialista. “O que acontece com o idoso é a redução da agilidade física e mental. Mas o importante mesmo é nesta fase é que as pessoas continuem de bem com a vida, mantendo uma saúde física, psicológica e vida social”, afirma o especialista.

Para ouvir o programa, basta acessar a Rádio ALEMS, clicando aqui.

Junho Prata

A campanha foi instituída pela Lei 5.215/2018 com o nome “Junho Violeta/Prata”. Em 2020, por meio da Lei 5.546, do deputado Renato Câmara, foi denominada “Junho Prata”. O objetivo da campanha é unir esforços para conscientizar a população quanto a importância do respeito à integridade física e psíquica da pessoa idosa e estimular a denúncia de ações violentas contra os idosos.

Fonte: ALMS

Comentários