Não sabeis que os injustos não hão de herdar o Reino de Deus?” (1ªCo 6.9).

O Reino de Deus ou do Céu, que é a mesma coisa, consiste no sistema divino celestial, de origem e sobe o domínio total do Deus Altíssimo Criador de todas as coisas. Deus, uniu novamente céu e terra, quando o Filho de Deus, o Cristo, veio a este mundo e estabeleceu a extensão do Reino, conforme ensinado por Jesus na oração do Pai Nosso: “Venha o teu Reino. Seja feita a tua vontade, tanto na terra como no céu” (Mt 6.10).

Inicialmente, no jardim do Éden, antes do pecado o Reino de Deus estava com o homem; com a queda do homem, toda a raça humana foi destituída da glória de Deus por causa do pecado: “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Rm 3.23). Pela graça e redenção que há em Cristo Jesus, todos que creem são justificados e salvos (Rm 3.24). Deus oferece salvação a todos que creem, e seu Reino a todos os justos. Segundo a profecia, Deus derramou do seu Espírito a toda a carne: “E há de ser que, depois, derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões. E também sobre os servos e sobre as servas, naqueles dias, derramarei o meu Espírito” (Jl 2.28,29); isto se cumpriu após Jesus ter se ascendido ao Pai (At 2.17,18). Tudo está nas mãos de Jesus: “O Pai ama o Filho e todas as coisas entregou nas suas mãos” (Jo 3.35).

O Reino de Deus na terra, é real, mas invisível; não é natural, mas espiritual: “E, interrogado pelos fariseus sobre quando havia de vir o Reino de Deus, respondeu-lhes e disse: O Reino de Deus não vem com aparência exterior. Nem dirão: Ei-lo aqui! Ou: Ei-lo ali! Porque eis que o Reino de Deus está entre vós” (Lc 17.20,21). O Reino de Deus estava entre eles, na pessoa de Jesus Cristo; depois, pelo Espírito Santo derramado; entretanto, um dia, o reino visível de Israel será restaurado e governado pelo Rei Jesus: “Aqueles, pois, que se haviam reunido perguntaram-lhe, dizendo: Senhor, restaurarás tu neste tempo o reino a Israel? E disse-lhes: Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder” (At 1.6,7).

Após o governo do anticristo literalmente no mundo, no final da Grande Tribulação, o Senhor Jesus voltará com poder e grande glória! Então, estabelecerá seu Reino literal na terra, não somente com os judeus, mas com todos os justos e fieis, e os vindos da Grande Tribulação, que não adoraram o anticristo e não receberam a sua marca. Todos estes reinarão com Cristo mil anos literalmente na terra restaurada (Ap 20).

Os justos possuem o Espírito Santo e já fazem parte do Reino de Deus espiritualmente; são tementes e obedientes a Deus; são fieis e fazem a vontade do Pai. Os injustos não herdarão o Reino de Deus (Mt 7.21, 1ªCo 6.9; Gl 5.16-26; Ap 21.8). Deus abençoe!

Por: Eloir Vieira

Comentários