7 C
Ponta Porã
domingo, 14 de julho, 2024
InícioSaúdeSaúde mental no trabalho: como cuidar do bem-estar dos colaboradores e lidar...

Saúde mental no trabalho: como cuidar do bem-estar dos colaboradores e lidar com o estresse?

No mundo corporativo, a saúde mental é um tema significativo. Muitos funcionários enfrentam obstáculos que criam um ambiente onde o estresse prevalece, como a competitividade entre os colegas de trabalho e a pressão para cumprir metas e prazos. Para lidar com isso, muitas empresas estão redefinindo suas abordagens para promover o bem-estar emocional e psicológico de seus colaboradores.

De acordo com Tatiane Paula, psicóloga clínica, o estigma em torno da saúde mental persiste, fazendo com que muitos funcionários temam julgamentos por admitirem que estão enfrentando problemas. “A falta de suporte e políticas inadequadas nas empresas contribuem para a sensação de isolamento. Manter equilíbrio entre vida pessoal e trabalho torna-se um desafio, exacerbando problemas de saúde mental. Sobrecarga de trabalho e a falta de recursos apropriados intensificam a exaustão”.

Empresas que priorizam a saúde mental dos funcionários colhem benefícios significativos. Segundo a especialista, a produtividade aumenta, uma vez que funcionários mentalmente saudáveis mantêm o foco e tomam decisões ponderadas. Ações direcionadas à saúde mental reduzem o absenteísmo, ou seja, a ausência de colaboradores no trabalho, fortalecendo o desempenho organizacional. A retenção de talentos torna-se mais eficaz em ambientes que demonstram preocupação com o bem-estar emocional. Funcionários satisfeitos e engajados contribuem para um ambiente de trabalho mais positivo.

Investir na saúde mental também resulta em economia a longo prazo, reduzindo custos associados a absenteísmo e rotatividade. A criatividade e inovação florescem em equipes com boa saúde mental. Além disso, cumprir regulamentações sobre saúde mental torna-se uma obrigação ética e legal”, completa.

O estresse impacta a produtividade de diversas formas. Dificuldade de concentração, erros, procrastinação e efeitos na saúde física são apenas alguns exemplos relatados pela psicóloga. Estratégias de gerenciamento de estresse e ambientes de trabalho saudáveis são essenciais para manter o equilíbrio e a eficácia no trabalho.

Recursos para preservar a saúde mental

Empresas podem adotar uma variedade de recursos, desde programas de aconselhamento confidenciais até treinamentos de gerenciamento de estresse. Flexibilidade no trabalho, políticas de licença e acesso facilitado a profissionais de saúde mental são medidas fundamentais. Campanhas de conscientização e criação de uma cultura inclusiva também promovem o bem-estar.

Lidar com problemas de saúde mental requer sensibilidade. Apoio, escuta atenta, informação sobre recursos disponíveis e flexibilidade são vitais. A criação de políticas claras e uma cultura de trabalho sem estigma são abordagens necessárias.

Impactos a longo prazo

O investimento em saúde mental gera impactos duradouros. “Funcionários mais produtivos, menor rotatividade, melhor satisfação e imagem positiva são apenas algumas das recompensas. A promoção da saúde mental não apenas preserva o bem-estar individual, mas também contribui para um ambiente de trabalho mais saudável e próspero”, declara Tatiane.

Em um mundo onde a saúde mental no trabalho é uma prioridade crescente, as empresas que lideram essa mudança estão colhendo os benefícios não apenas para seus colaboradores, mas também para o sucesso sustentável de seus negócios”, finaliza a psicóloga.

Fonte

Tatiane Paula

Psicóloga Clínica

@tatianepaula.psi