O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, anunciou durante a transmissão ao vivo nesta quarta-feira (07) a inclusão de dois novos grupos, indígenas não aldeados e jornalistas, para serem imunizados em Mato Grosso do Sul. “Nas próximas doses de vacinas que recebermos, nós vamos continuar a ampliação dos públicos a serem vacinados. Mato Grosso do Sul é o Estado que mais vacinou a sua população”, reforçou.

Como 07 de abril é comemorado o Dia mundial da Saúde, Geraldo Resende também parabenizou todos os profissionais de saúde que se dedicam diariamente a salvar a vida da população. “Aproveito a oportunidade para parabenizar o Sistema Único de Saúde (SUS) que tem sido essencial no combate ao coronavírus e também na imunização da nossa população, através do Programa Nacional de Imunização”, disse.

Geraldo Resende explicou nesta quarta-feira que a Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI) repassou ao Estado 13 mil doses de vacinas que não foram aplicadas nos indígenas moradores das aldeias. Com isso, será possível vacinar os indígenas não aldeados, aqueles que moram nas cidades.

O secretário também anunciou que está em estudo a elaboração de uma Resolução para incluir os jornalistas nos grupos a serem vacinados. “Aproveitamos que hoje é comemorado o Dia do Jornalista para fazer esse anúncio. Estudo mostrou o Brasil com o maior número de jornalistas mortos por Covid no mundo”, completou. A Resolução com os critérios será publicada em diário oficial.

Mato Grosso do Sul vacinou até o momento 478.880 pessoas, sendo 372.458 com a primeira dose e 106.422 com a segunda dose.

Airton Raes, SES

Fonte: Governo MS

Comentários