Os três senadores de Mato Grosso do Sul reuniram-se com o Ministro da Saúde nesta quinta-feira (10) para pedir a destinação de doses extras da vacina Janssen ao Mato Grosso do Sul.

Simone Tebet (MDB), Soraya Thronicke (PSL) e Nelsinho Trad (PSD) fizeram o apelo por mais vacinas ao Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, nesta quinta-feira (10). O Ministro explicou que as três milhões de doses da vacina já haviam sido distribuídas proporcionalmente a todos os estados brasileiros, mas que há uma parte excedente de cerca de 5% das doses que ficam no Ministério da Saúde, como reserva de contingenciamento. Os parlamentares solicitaram, então, que este excedente de cerca de 125 mil vacinas seja totalmente encaminhado ao Mato Grosso do Sul.

“Pedimos que as doses das vacinas da Janssen fossem enviadas para MS e fazer do estado um polo para dar visibilidade de imunização através da vacina como uma experiência de sucesso. Mas, infelizmente, este montante já havia sido distribuído proporcionalmente entre todos os estados da federação. Então, solicitamos que o excedente, essas doses extras que ficam de posse do Ministério da Saúde, fosse todo enviado ao MS”, explicou Simone. Ela disse que Queiroga se sensibilizou com o pleito, mas não decide sozinho. A demanda tem de passar pelo Plano Nacional de Imunização (PNI) e pelo Conselho Estadual de Secretários de Saúde.

Simone defende o envio maior para o estado que hoje está no epicentro da pandemia no Brasil. “MS já demonstrou ser expert na aplicação rápida das vacinas. Esta vacina da Janssen chegará ao País já para vencer e conseguiremos aplicar em 48h”, disse Simone.

Ela explicou que o Ministro sabe da grave situação de MS, se colocou à disposição para liberar mais doses não apenas da Janssen, como de outras farmacêuticas até porque o estado é de fronteira e tem uma demanda de cerca de 30% maior do que o tamanho da sua população, devido à procura por atendimento dos moradores dos países vizinhos.

Comentários