Ponta Porã, Terça-feira, 23 de janeiro de 2018
06/02/2017 05h50

A semana começa com mais esperança - Waldir Guerra

Certamente as primeiras grandes decisões das Reformas serão iniciadas pela Câmara, a Casa do Povo.

Divulgação (TP)
 
 

Esta semana começa mais animada e não estou me referindo a ela por conta da proximidade com o Carnaval, mas pelos acontecimentos políticos que, em minha opinião, foram animadores para a economia.

A primeira delas foi a eleição de Eunício de Oliveira para presidente do Senado Federal. Com esta eleição ficou demonstrada a boa liderança do presidente Michel Temer, pois conseguiu emplacar no cargo uma pessoa de sua confiança para aprovar as reformas necessárias e colocar o país novamente nos trilhos do crescimento econômico.

Veja bem, não estou afirmando que o senador Eunício seja um paladino da moral e também tenha mais competência que seu antecessor, Renan Calheiros, para comandar o Senado, mas por enquanto, não aparece tão enrolado em escândalos. Quanto à sua capacidade administrativa ainda não se pode dizer muita coisa porque ele está em seu primeiro mandato – tem apenas dois anos na Casa.

O que importa dizer é que ele está entre aqueles congressistas que conhecem o tamanho da crise em que se encontra o Brasil – agora com 12,3 milhões de desempregados – e sabe que só sairemos dessa crise com as reformas propostas pelo atual governo. Em suma: Eunício está afinado com o Presidente Temer.

Outra notícia animadora foi a eleição de Rodrigo Maia para a presidência da Câmara dos Deputados. Era disparado o melhor nome daquela meia dúzia que se apresentou para a disputa. Mas o que chamou atenção foi o apoio tácito do Presidente da República – claro, mais as manobras políticas feitas pelo Governo para que ele fosse eleito.

Certamente as primeiras grandes decisões das Reformas serão iniciadas pela Câmara, a Casa do Povo, e Rodrigo Maia é também um defensor delas. Com sua tranquila eleição quem mais saiu fortalecido foi o Presidente Michel Temer.

Por favor, não faça um julgamento errado. Nunca votei em Michel Temer – nem mesmo pra vice-presidente – mas repito o que tenho afirmado outras vezes: Michel Temer é a melhor opção que temos em mãos neste momento para sairmos dessa enrascada que a ex-presidente Dilma Rousseff nos meteu. Além do mais, ele é um dos políticos mais competentes deste país. Por três vezes presidiu a Câmara dos Deputados e conhece todas as carências e manhas dos deputados. Ele sabe da importância em ter o apoio de uma maioria firme especialmente dentro da Câmara dos Deputados.

A nomeação para uma Secretaria de Governo de Wellington Moreira Franco, por exemplo, aos olhos da oposição foi para protegê-lo da Lava Jato, assim como foi a do Lula para Chefe da Casa Civil no Governo Dilma. Pois é; as duas coisas se parecem mesmo.

Acontece que Moreira Franco é sogro de Rodrigo Maia que agora preside a Câmara dos Deputados. A intenção de o presidente Michel Temer talvez até tenha sido para protegê-lo, mas penso que foi mais para tê-lo no árduo trabalho de coordenar a aprovação das Reformas na Câmara, apenas isso – Até porque na dinâmica vida dos políticos, ninguém costuma segurar escada pra outro.

Quanto à retomada dos empregos, a meu ver, somente acontecerá quando o país se jogar com toda força na retomada em obras de infraestrutura e para que isso aconteça precisamos apressar as Reformas.

Mas, felizmente, esta semana começa mais animada, pois o caminho está aberto para que cada brasileiro faça sua parte no trabalho de pressionar nossos representantes no Congresso Nacional para aprovarem as Reformas necessárias a fim de sairmos dessa crise em que o Brasil foi jogado.

  • Membro da Academia Douradense de Letras; foi vereador, secretário do Estado e deputado federal.

(wguerra@terra.com.br)

Envie seu Comentário