Ponta Porã, Terça-feira, 23 de janeiro de 2018
16/11/2017 14h10

Artigo: Somente a Escritura

Por: Oziel Gustavo Marian

Divulgação: Dora Nunes
 
 

No tempo de Lutero, a Bíblia não tinha mais muita influência sobre a igreja; outros documentos e a palavra do Papa estavam acima dela. Considerando que os Papas na idade média, tinham um perfil mais político do que pastoral, conseguimos entender como a igreja foi tomando decisões equivocadas. Então, o que Lutero e os demais reformadores fizeram, foi resgatar algo essencial para a igreja; as Escrituras Sagradas.

A Bíblia foi escrita por mais de 40 pessoas. Entre eles haviam pescadores, reis, médicos, sacerdotes, historiadores, juízes, agricultores entre outros, que por um período de 1500 anos, reuniram informações, histórias, relatos, documentos e a experiência humana sobre suas percepções do agir de Deus, cujo resultado é o que hoje conhecemos por Bíblia Sagrada. O interessante é que muitas destas pessoas não se conheceram e algumas nem conheceram o que os outros haviam escrito, e mesmo assim, há uma incrível sincronia entre seus escritos. Não só em semelhança, mas também em complementaridade. Se o que um escreveu não está bem claro, o que outro escreveu ajuda a clarear.

Obviamente que nem tudo é fácil de entender, pois estamos lidando com textos escritos há muitos anos, numa cultura diferente e língua diferente. Mas é impressionante como ela é atual e nos impacta com sua mensagem. Nenhum outro livro, nenhum outro texto faz isto. Então tudo aponta para o fato de que Deus, por meio do Espírito Santo, inspirou e conduziu sua elaboração. O mesmo Espírito que hoje toca nosso coração, toda vez que abrimos, foleamos, lemos, meditamos e estudamos suas páginas.

Por isso, tudo deve ser submetido a ela. Se algo contradiz, ou é tirado, ou acrescentado ao que foi posto pelos Profetas e Apóstolos, deve ser rejeitado, confira Gálatas 1.6-8 e Apocalipse 22.18-19.

Devemos tratar as Escrituras com seriedade, respeito e bom manuseio (usá-la bastante). Devemos trata-la como Davi a tratou, confira Salmo 119.1-16. Davi usou várias palavras para se referir à Palavra de Deus: Lei de Deus; Mandamentos de Deus; Ordens de Deus; Ensinamentos de Deus; Palavra de Deus. Para Davi, ela era como um tesouro, aliás, valia mais do que um tesouro.

É um grande contraste com muitos que encaram a vida de fé, como se fosse um sacrifício, como se fosse a coisa mais chata do mundo. Penso que tudo tem a ver, com o lugar onde guardamos a Palavra de Deus. Alguns guardam na estante, outros guardam num armário, outros guardam tão bem guardados que não a encontram mais. Davi as guardava no coração.

A palavra não pode ficar no armário, ela não pode ficar na estante, ela não pode ficar num livro. Ela precisa ficar no coração! É ali que ela fará a diferença. Quando Lutero redescobriu a Palavra de Deus, mudou tudo, não só na vida dele, mas em todo o mundo.

Que Deus (o Senhor), te guarde e te abençoe!

Oziel Gustavo Marian – ozielmarian@gmail.com

Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Ponta Porã

Rua Clodomiro Novaes, 182, Ponta Porã-MS.

Telefone 67-3431-0311 – e-mail: ieclbpontapora@bol.com.br

Envie seu Comentário