Ponta Porã, Quarta-feira, 17 de janeiro de 2018
08/12/2017 13h40

Candidata à Diretoria Geral da Mútua reforça a importância da presença da mulher frente a entidades de classe

Em Mato Grosso do Sul, a engenheira Vânia Mello concorre à diretoria-geral da Mútua-MS, sendo a primeira mulher a se candidatar ao cargo

Divulgação: Dora Nunes
 
 

O período é de renovação para as instituições que representam a Engenharia e Agronomia no Brasil, conhecido também como Sistema Confea/Crea e Mútua. A eleição ocorre no dia 15 de dezembro e define, para o próximo triênio, o presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), presidentes de todos os Creas do Brasil e diretores-regionais das Caixas de Assistência dos Profissionais dos Creas (Mútua).

Em Mato Grosso do Sul, a engenheira Vânia Mello concorre à diretoria-geral da Mútua-MS, sendo a primeira mulher a se candidatar ao cargo. Em seu programa de trabalho, Vânia apresenta pontos importantes para o desenvolvimento contínuo dos associados, como a modernização dos processos administrativos, o fortalecimento das Entidades de Classe, a aproximação e o apoio entre as atividades realizadas pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-MS) e as Instituições de Ensino Superior, como estratégia de reconhecimento e valorização da profissão.

Com o apoio de diversos profissionais da área, reforça continuamente a importância da voz e da atuação ativa de todos os registrados ao Sistema Confea/Crea como forma de valorização da classe. "Em mais de 20 anos de atuação na Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural de Mato Grosso do Sul – Agraer, tantos outros como docente, mas principalmente, tendo ocupado diversos cargos dentro das entidades de classe, tenho levantado a bandeira da valorização de todas as categorias como forma de reconhecimento da classe e reafirmando nossa importância para o desenvolvimento em nível estadual", afirma.

Outro ponto defendido pela engenheira é o aumento da participação feminina frente às entidades da Engenharia e Agronomia. Vânia é Engenheira Agrimensora, mestre, professora e servidora pública estadual. "É a primeira vez que uma mulher se candidata ao cargo de Diretora-Geral da Mútua e isso representa não somente o crescimento na quantidade de mulheres dentro do sistema profissional. Representa uma vontade cada vez maior de ocupar os espaços de poder e participar ativamente das decisões que determinam os rumos das categorias", salienta.

Dentre os nomes que demonstram apoio à candidatura de Vânia Mello, o ex-presidente da AEAMS (Associação dos Engenheiros Agrônomos do MS), o engenheiro agrônomo, Hamilton Rondon Flandoli, justifica sua escolha: "Para ser Diretor-Geral da Mútua é preciso ter comprometimento, isso a Vânia tem com tranquilidade. Em suas experiências, como presidente do Instituto de Engenharia do Mato Grosso do Sul (IEMS) e também ex-Diretora do CREA-MS. Atualmente a Vânia exerce a Diretoria-Financeira da Mútua-MS (licenciada), logo conhece os meandros de nossa entidade".

Sobre as eleições

O Sistema Confea/Crea e Mútua elege, por meio do voto direto dos seus profissionais, os Presidentes dos Creas e do Confea, a cada três anos. Além disso, também realiza a cada três anos as eleições para as Diretorias Regionais das Caixas de Assistência dos Profissionais dos Creas (Mútua). O pleito para a escolha da Diretoria-Geral da Mútua-MS acontece no dia 15 de dezembro, das 9h às 19h, na Capital e interior de MS, em 17 locais de votação. Têm direito a voto todos os profissionais em situação regular junto ao Conselho. Mesmo não obrigatório, o voto é ferramenta determinante para o desenvolvimento contínuo das entidades.

Envie seu Comentário