Ponta Porã, Segunda-feira, 21 de maio de 2018
06/04/2018 12h20

MPMS implanta novo sistema de apoio técnico às Atividades de Execução

O novo sistema visa otimizar o processo de trabalho, além de aprofundar a base de conhecimentos técnicos para formulação de quesitos de apoio técnico.

MPMS
 
 
Divulgação Divulgação

Foi implantado, na última segunda-feira (2/4), no Ministério Público de Mato Grosso do Sul, o novo Sistema Gerenciador de Procedimentos de Apoio Técnico às Atividades de Execução do Portal DAEX (Departamento Especial de apoio às Atividades de Execução).

O novo sistema visa otimizar o processo de trabalho, além de aprofundar a base de conhecimentos técnicos para formulação de quesitos de apoio técnico; facilitar a elaboração e encaminhamento das solicitações de apoio técnico aos responsáveis; reduzir o número de solicitações indeferidas ou devolvidas para adequação por apresentarem requisitos insuficientes para instauração; agilizar o processo de atendimento e entrega dos relatórios de apoio técnico aos demandantes e; adequar processos e normas conforme o novo modelo de trabalho proposto pelo projeto.

O Projeto é idealizado pelo Ministério Público do Estado, por meio do Promotor de Justiça e Coordenador do DAEX, Antonio André David Medeiros, que apresentou uma solução de Tecnologia da Informação consistente em um sistema que disponibiliza ao usuário, membros e servidores, uma ferramenta de gestão de pedidos de análises técnicas, possibilitando a formulação de pedidos de forma estruturada e objetiva. Essa ferramenta permite que o usuário também monitore seus pedidos com as previsões das datas de entrega, andamento, bem como acesso à análise preliminar e aos laudos de análise concluídos em formato pdf assinados digitalmente, a qualquer tempo.

De acordo com o Promotor de Justiça, a ferramenta auxilia no monitoramento dos pedidos e distribuição dos trabalhos, possibilitando gerar estatísticas para tomada de decisões, bem como representa mais um canal de comunicação dos atos praticados entre usuário e o setor, que se dá por meio de mensagens eletrônicas automáticas.

O Promotor de Justiça ressalta-se ainda que a ferramenta disponibiliza um banco de quesitos pré-estabelecidos e classificados com a tabela unificada do CNMP, com base na experiência de cerca de quinze anos dos analistas, permitindo ainda eventual acréscimo ou edição.

Como resultado, o portal expert promoveu agilidade no atendimento, visto que reduziu de forma acentuada as omissões e imprecisões nos requerimentos formulados pelos usuários, aperfeiçoou a formulação de quesitos, inclusive indicando os documentos necessários para a resposta técnica precisa.

Antes da implantação, o novo sistema esteve em teste nas Promotorias de Justiça de Campo Grande, como projeto piloto, pelo período de 6 meses, para obter sugestões e aperfeiçoá-lo para o lançamento.

Agora, o novo sistema também será implantado pelo Ministério Público Militar, bem como pelos Ministérios Públicos dos Estados de Mato Grosso; Pará, Acre e Paraíba o Ministério Público Militar; também será implantado

Envie seu Comentário