Ponta Porã, Segunda-feira, 11 de dezembro de 2017
07/12/2017 06h50

Decepção, descaso, falta de humanidade! a Uninorte está desacreditada!!!

A direção da Universidade ignorou a presença dos brasileiros acampados nas próximidades do local.

Divulgação (TP)
 
 
Foto: tião Prado (Pontaporainforma) Foto: tião Prado (Pontaporainforma)

Este DEVE ser o verdadeiro nome desta INSTITUIÇÃO que neste exato momento retirou o seu título ganhado recentemente como "acreditada" e passa a ser conhecida como UNINORTE DESACREDITADA! É vergonhoso o que mais de 300 brasileiros passaram desde o dia 27 de novembro até às 12h de sábado 02 de dezembro. Entendam o que aconteceu:

A instituição estava oferecendo inicialmente 200 vagas para o curso de MEDICINA, e como ERA conhecida como a SEGUNDA melhor faculdade localizada em Pedro Juan Caballero, mais de 300 brasileiros de vários locais do brasil, saíram do conforto de suas casas em busca de realizar o seu sonho e foram parar na fila desta instituição antecipadamente, já que havia possibilidade de não conseguirem realizar sua matrícula.

Durante uma semana acampados na FRENTE da UNIVERSIDADE, não houve NENHUM pronunciamento por parte da DIREÇÃO GERAL da INSTITUIÇÃO, muito menos por parte do DIRETOR DE MEDICINA, então os próprios "futuros acadêmicos" resolveram criar uma senha, para que houvesse uma organização no momento em que começasse as matrículas. Chegado o tão sonhado DIA, 02 de dezembro, após passarem fome, frio, pegar chuva e muito sol nas tardes quentes de Pedro Juan Caballero, foram desmontando as barracas, e reorganizando a fila com uma SENHA, numerada até o nº 200 por aí, como a instituição havia dito que teria em torno de 300 vagas, poderíamos pensar que praticamente todos seriam matriculados, mesmo que cada 1 pudesse fazer duas inscrições, contávamos que poucos ficaram de fora, não o DESCASO que ocorreu.

 
Foto: tião Prado (Pontaporainforma) Foto: tião Prado (Pontaporainforma)

Chegou o horário e os Paraguaios tinham preferência, justo, já que estávamos no país deles, porém não passou de 15(QUINZE) Paraguaios que entraram pela porta da frente, antecipadamente aos 200 que lá estavam presentes, passaram umas 2 horas de inscrições, o Diretor nos disse que já haviam mais de 157 inscritos, sendo que só havia entrado 15 Paraguaios e 15 daqueles que estavam na fila há quase uma semana. Aproximava às 12 horas, horário que encerraria às inscrições, e disseram que havia aumentado para 350 vagas, porém havíamos o controle daqueles que estavam na fila, e só ENTROU até o número 28, sim, 28(vinte e oito), e por mais que esses fizessem 2 inscrições e os paraguaios mais 15, JAMAIS daria as 350 vagas que a instituição estava oferecendo.

Então pararam neste número e nos disseram que as vagas estavam PREENCHIDAS (CERRADAS), era humilhante ver a cara dos funcionários, principalmente dos SEGURANÇAS que debochavam da nossa cara e ainda fazia self com o pessoal lá atrás, sabe aquela cara de felicidade com a desgraça ALHEIA, como se sempre já soubessem que essas vagas seriam ou melhor, foram e são frutos de PROPRINA, esta seria mais umas das palavras em que a instituição DEVE pregar em sua ACREDITAÇÃO!!!

Enquanto mais de 250 pessoas ficam no sol, esperando a sua vez, pela porta lateral passavam pessoas com o sorriso no rosto, que com mais ou menos 5(cinco) mil reais conseguiam pagar para fazer a matrícula, essa VENDA começou antecipadamente em torno de 2.500 reais, e na segunda chegou á nada menos que 12(doze) mil reais, isso apenas para conseguir a vaga, sem contar a devida matrícula.

Agora me pergunto, serão os brasileiros corruptos ou a instituição, que ao invés de PROMETER vagas X por um valor, se deixam, ou se vedem por um numerário que passa do aluno matriculado, do segurança, das secretárias e do DIRETOR da Instituição?

Foi e é HUMILHANTE, essa "acreditacion", que para mim penso que TODAS essas pessoas não sabem o que é a vida, que não deviam trabalhar para ela, já que poderão salvar, ou se vender e acabar com umas por um valor tão baixo.

ACREDITO que um ser humano sem caráter não pode pôr a mão no corpo alheio, muito menos educar alguém para fazê-lo! Valores tão simples que começou tão baixo, DESACREDITANDO essa instituição e todos que lá permanecem de forma corrupta. Espero que o consulado, junto com o MEC, e todas autoridades possíveis averiguem esta situação, para que não seja necessário no próximo ano pessoas andarem mais de 5(cinco) mil quilômetros e verem passar pelos seus olhos o seu sonho por água abaixo.

A pedido

Envie seu Comentário