“Desde então, começou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o Reino dos Céus” (MT 4.17).

O pecado corrompeu toda a raça humana. Com mentira e engano, Satanás, astuto e ardiloso, iludiu a mulher, que por sua vez, induziu o homem, a transgredir a ordem de Deus, para que não comecem do fruto da árvore da ciência do bem e do mal (Gn 2.17).

Com o coração seduzido e desejoso de ser igual a Deus, conhecendo o bem e o mal, o primeiro casal de humanos, lançou mão do fruto proibido e comeu; e a Palavra de Deus se cumpriu imediatamente (Gn 3). Adão, Eva, e seus descendentes, perderam a glória de Deus: “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Rm 3.23).

O ser humano ficou corrompido pelo pecado; desde então, passaram a se esconder de Deus, como se isso fosse possível; com medo do castigo, começaram a dar desculpas a Deus e acusar um ao outro, não assumindo cada um a respectiva culpa de seu erro. Assim, a terra ficou amaldiçoada por causa do pecado (Gn 3.17). Caim, o primeiro filho do casal, por inveja e ciúmes, assassinou seu irmão Abel (Gn 4.1-8). Matou, por causa do seu caráter maligno, satânico (Hb 11.4). Abel, apesar de ser pecador, era justo e de bom coração; Deus se agradava dele e de suas ofertas (Gn 4.1-5; 1ªJo 3.12). Mesmo com o alerta de Deus, Caim não deu ouvidos a Deus e matou a seu irmão Abel (Gn 4.8).

O pecador que crê em Jesus Cristo, recebe a salvação gratuitamente, confessando Jesus Cristo como seu único e suficiente Salvador e Senhor (Rm 10.9,10). A salvação é pela fé e não por obras, para que ninguém se glorie (Ef 2.8,9). Mas, para entrar no Reino de Deus e do céu, e reinar com Cristo, o pecador que crê em Jesus, precisa se arrepender: “E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo” (At 2.38).

O pecador crente em Cristo, deve se arrepender e se converter, para que seus pecados sejam anulados, e possa receber Deus no seu coração: “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham, assim, os tempos do refrigério pela presença do Senhor” (At 3.19). Arrependimento é mudança de comportamento; é se libertar do caráter satânico que há no homem corrompido; o pecador salvo, precisa se desvencilhar das amarras do pecado, dos laços do diabo.

Eis algumas amarras do pecado, alguns laços do diabo no caráter do homem corrompido: “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: Prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus” (Gl 5.19-21). “Não sabeis que os injustos não hão de herdar o Reino de Deus?” (1ªCo 6.9). Disse Jesus: “Em verdade vos digo que qualquer que não receber o Reino de Deus como uma criança de maneira nenhuma entrará nele” (Mc 10.15). “Eu não vim chamar os justos, mas sim os pecadores, ao arrependimento” (Lc 5.32). A salvação é gratuita, mas precisamos nos arrepender!

Por: Eloir Vieira

Comentários