Santo é o padroeiro protetor da natureza e dos animais, a celebração foi realizada pela primeira vez na cidade

Na manhã do último Domingo (03), dezenas de fiéis se deslocaram com seus animais de estimação até a Paróquia Divino Espírito Santo, no Bairro São Domingos em Ponta Porã. Teve cachorro, gato, periquito e até mesmo papagaio formando a fila para receber a tradicional “bênção dos animais” que faz alusão a memória de São Francisco de Assis (santo padroeiro da ecologia e dos animais), celebrado pela igreja nesta segunda-feira, 04 de outubro.

Realizada pela primeira vez na cidade, a tradicional celebração dos animais foi uma iniciativa da Paróquia Divino Espírito Santo, através do Padre Diocesano e Pároco, Luiz Fernando dos Santos. Ele explica o significado e a importância da bênção dos pets que faz parte do ritual de bênçãos da igreja.

“Várias pessoas trouxeram seus pets e teve gato, papagaio, periquito e a maioria deles cachorros. A bênção dos animais tem sua importância, uma vez que toda obra da criação está colocada a serviço do ser humano, o animal contudo, não deixa de ter um cuidado especial e por ser um ser vivo, a Igreja entende que pode dar a benção pedindo a graça de Deus para o livramento de todo e qualquer tipo de doença ou peste que venha os atingir… os animais também podem servir de veículos da graça divina para os seus donos.” Disse. 

São Francisco é autor do cântico das criaturas que é uma das mais populares poesias italianas onde louva todas as criações, em especial o céu, a terra, a água, o mar e principalmente os animais. Por isso, todos os anos em sua memória acontece em diversas igrejas católicas de todo o mundo a tradicional bênção dos animais. O santo católico viveu na Itália entre os anos 1181 e 1226 e foi o fundador de uma ordem de frades, pregador e promotor da paz, sendo considerado uma “luz que brilhou no mundo”.

Por: Wagner Júnior 

Comentários