17 C
Ponta Porã
segunda-feira, 20 de maio, 2024
InícioTião PradoHomenagem ao Dia dos Pais, por Tião Prado

Homenagem ao Dia dos Pais, por Tião Prado

Uma vez um amigo me falou que nós, seres humanos, vivemos em um verdadeiro círculo. Outros preferem dizer que o mundo gira e nessas voltas ganhamos e perdemos muitas coisas que lá frente podem fazer falta e nos faz repensar uma série de coisas

O parágrafo acima foi para ilustrar a história, pois havia perguntado a ele, que era uma pessoa muito competente, porque dele nunca ter saído da sua cidade, visto que era pessoa competente e poderia ter um ótimo emprego em outras cidades.

Neste momento, ele me disse que nunca tinha saído de sua cidade, porque os seus maiores tesouros estavam ali ao seu lado, que era seus pais.

Sua mãe era pessoa idosa e não demorou muito veio a falecer e ficou seu paizinho lá na sua casa. Os anos passaram e ele ali, sempre ao lado de seu velho pai e toda vez que eu ia lá tomar um tereré, era muito legal e emocionante ver os dois juntos, conversavam muito, riam das histórias passadas e faziam planos para o futuro, tipo, sair para pescar, ir no campo assistir futebol, almoçar fora nos finais de semana…pois bem, o tempo passou e um certo dia, seu velho pai faleceu e ele ficou muito triste com a partida de seu pai, que era amigo e um grande companheiro.

Sempre que lembro dessa história, pois é real, eu choro, alias, choro muito e vou relatar porque.

Eu sou de família humilde, que todos trabalharam e trabalham muito para ter alguma coisa e eu, sendo o caçula de sete irmão, as dificuldades eram maiores. Nunca passamos fome, tínhamos uma casa e a vida seguia, meu pai idoso e minha também, quando em 1983, eu juntei tudo que tinha, coloquei em uma mala, uma coberta muito grossa em um saco de estopa e sai para tentar conquistar os meus sonhos.

Deu para perceber que nossas histórias, mesmo diferentes, se parecem. Enquanto meu amigo, ficou a sua vida toda ao lado de seus pais, eu saí cedo de casa e fui para o mundo em busca de minhas conquistas e deixei minha família para trás.

O Mundo deu voltas e aqui estou eu, vivendo a mesma coisa que fiz no passado. Meus filhos se foram um pra cada lado, e no dia dos pais, um ou outro raramente lembra de mandar um feliz dia dos pais ou em meu aniversário, me felicitar pela data.

Mas não reclamo, e sempre digo a quem me questiona a respeito, que é a lei da vida,. O mundo girou e eu acompanhei essa rotação para longe de quem eu amava e hoje, a história se repete… e quanto a mim, só resta agradecer a Deus, pela saúde, minha e de minha família.