4.8 C
Ponta Porã
quarta-feira, 29 de maio, 2024
InícioPolíciaJustiça de Ponta Porã decreta prisão preventiva de suspeito de ser Maníaco...

Justiça de Ponta Porã decreta prisão preventiva de suspeito de ser Maníaco da Lanterna

Suspeito de ser o Maníaco da Lanterna, o homem, de 42 anos, teve a prisão preventiva decretada pela justiça de Ponta Porã na tarde desta segunda-feira (30). Ele é suspeito de cometer disparos de arma de fogo contra condutores que trafegam pelas rodovias MS-156 e 384, nas proximidades da região de fronteira, entre Antônio João e Ponta Porã.

O homem foi preso na noite de sábado (28) em um dos trechos da MS-384 por agentes do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e passou por uma oitiva na 1ª DP (Delegacia de Polícia) de Ponta Porã. Na noite desse domingo (29), ele foi transferido para o Instituto Penal Ricardo Brandão

Na manhã desta segunda, a justiça havia decretado a prisão temporária do suspeito e agora no início da tarde decretou preventiva.

Em contato com a equipe de reportagem do Jornal Midiamax, o delegado Clealdon Alves de Assis Júnior explicou que o suspeito é investigado em dois inquéritos, que correm em Ponta Porã e Antônio João, porém, são decisões diferentes.

“Em Ponta Porã ele está preso preventivamente por conta do porte de munições de uso restrito e comigo, em Antônio João, ele está preso temporariamente, porque os fatos são próximos, mas distintos. Em Antônio João eu apuro homicídios tentados na forma qualificada em virtude da emboscada”, explicou.

Após ouvir o suspeito, a linha de investigação da polícia segue sendo a de que o atirador pode não ter agido sozinho durante os supostos atentados praticados nas rodovias. Até o momento, o homem é tratado como suspeito pelas autoridades policiais. 

Prisão do suspeito

O homem, de 42 anos, suspeito de ser o Maníaco da Lanterna foi preso por equipes do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), na região de Ponta Porã. O suspeito foi encontrado em uma mata com munições. Um funcionário de uma fazenda foi atingido no rosto durante um dos ataques do atirador. 

O suspeito foi detido na noite de sábado (28), por volta das 22 horas, com várias munições, segundo o DOF e levado para a delegacia onde presta depoimento. Segundo informações apuradas pelo Jornal Midiamax, durante a Operação Hórus, os policiais ao visualizarem o homem do lado esquerdo da rodovia em atitude suspeita o abordaram. Ele ainda teria tentado fugir.

O suspeito estava com munições no bolso da calça e disse aos policiais que era desprezado pelos vizinhos e familiares e estava fazendo ‘coisas’ erradas. O homem chegou a mudar a versão sobre o que estaria fazendo na mata várias vezes aos policiais. Ele disse ainda que precisa de uma mulher e ter filhos para deixar o lote dele de herança.

Fonte: Midiamax