29 C
Ponta Porã
domingo, 14 de abril, 2024
InícioVariedadesMulherMônica Rocha, atleta Olga Kos, participa dos Jogos Parapan de 2023

Mônica Rocha, atleta Olga Kos, participa dos Jogos Parapan de 2023

Mônica Rocha, atleta do Olga Kos participa dos Jogos  Parapan de Santiago 2023
Divulgação

Mônica Rocha, atleta do Olga Kos participa dos Jogos Parapan de Santiago 2023

Mônica Rocha é a primeira mulher brasileira com Síndrome de Down a se graduar faixa preta no Taekwondo, segundo a Liga Nacional de Taekwondo, por meio dos projetos do Instituto Olga Kos, entidade sem fins lucrativos, dedicada a projetos artísticos e esportivos aprovados em leis de incentivo fiscal, com atendimento prioritário a pessoas com deficiência, abrangendo crianças, jovens e adultos em situação de vulnerabilidade.

Mônica relata como o Taekwondo se revelou um caminho para seu desenvolvimento pessoal, enfrentando desafios físicos ligados à Síndrome de Down. Nos primeiros passos dessa jornada, deparou-se com obstáculos, inclusive sendo desencorajada por uma diretora que subestimou erroneamente suas capacidades, sugerindo até mesmo que abandonasse a escola devido ao seu
“ambiente desafiador”, sugerindo que ela seria aprovada, mas que não precisava frequentar as aulas.

Essa resistência não ficou apenas no âmbito escolar; inicialmente, seu pai discordava de sua participação nas aulas de artes marciais por achar que era uma prática restritamente masculina, mas hoje o genitor encoraja a ascensão da filha no mundo do taekwondo. Apesar das adversidades e do ceticismo inicial, seus pais tornaram-se apoiadores incansáveis, acompanhando Mônica em
seus treinos e aulas no Instituto Olga Kos.

Essa transformação não apenas demonstrou a resiliência de Mônica, mas também o papel fundamental que o apoio familiar desempenhou em sua jornada de superação, capacitando-a a, após 10 anos de dedicação, conquistar a faixa preta no Taekwondo.

O ápice de sua perseverança revelou-se nos Jogos Parapan de Santiago 2023, onde Mônica, ao lado do Faixa preta em karatê, também participante do Olga, Márcio Glaber, fez uma ilustre apresentação na Casa Brasil. É importante destacar que os dois , Monica e Glauber, conquistaram a faixa preta e são instrutores de oficinas de artes marciais promovidas pelo Olga Kos.

A jornada de Mônica Rocha representa o triunfo sobre as adversidades, servindo de inspiração para outros perseguirem seus sonhos. Seu exemplo é um farol de determinação, iluminando o caminho para um futuro mais inclusivo no cenário esportivo global.

Fonte: Mulher