São Paulo/SP – A Polícia Federal desencadeou nesta terça-feira (26/10) a OPERAÇÃO GLADIADOR, destinada a reprimir a atividade fraudulenta de comercialização da Carteira Nacional de Vigilante (CNV) emitida PF.

De acordo com as apurações, o esquema consistia na venda de CNV para pessoas sem vínculo empregatício com qualquer empresa de vigilância e mediante o uso de dados falsos.

Cada carteira era emitida ao preço de R$ 180 a R$ 220. A investigação estima que foram comercializadas mais de 500 CNV para vigilantes do Estado de São Paulo e de outras unidades da federação.

A OPERAÇÃO GLADIADOR implicará em ações de fiscalização, processos punitivos de empresas de segurança privada e dos vigilantes envolvidos no esquema ilícito, bem como na responsabilização penal das responsáveis pelos supostos delitos de falsidade.

Comunicação Social da Polícia Federal em São Paulo

Fone: (11) 3538-5013

E-mail: [email protected]

Comentários