Foto e vídeo: Divulgação (Guarda Civil de Fronteira)

Por volta das 20h20min da noite gelada desta quinta-feira (6),  a temperatura chegou 10°C,  guarnições da Guarda Civil Municipal de Fronteira realizava uma blitz preventiva em frente a Agropecuária Raça Fort, na Avenida Internacional, região central de Ponta Porã, quando avistou o caminhão trator Scania, sem as placas, reboque Guerra, de cor branca, da marca/modelo Scania, onde o condutor ao avistar as guarnições freou o veículo bruscamente, fugindo pela porta do passageiro  rumo ao país vizinho Paraguai, não sendo mais localizado.

Diante dos fatos, imediatamente os agentes da Guarda Civil se aproximaram e constataram que o referido veículo se encontrava sem as placas de identificação veicular e com o motor ainda em funcionamento, motivo pelo qual foi realizada checagem do chassis no SINESP Cidadão,  onde foi contatado que o veiculo havia sido roubado no estado Rio de Janeiro conforme ocorrência registrada na 29 Delegacia Regional de Camaqua.

Em contato com a esposa da vitima que mora no estado do Rio Grande do Sul, ela informou que o referido veículo havia sido  roubado do seu proprietário,  que foi levado para um cativeiro, na última quarta-feira (05), e só foi libertado na data de quinta-feira (06), após a esposa da vítima pagar  importância de R$ 4 972,00 exigidos pelos criminosos mediante sequestro e extorsão.

Já a carreta sem as placas e o reboque de cor branca, da marca/modelo Scania foi conduzido para o 1º D.P. Civil, onde passará por perícia técnica, e posteriormente será devolvido para o proprietário, assim que o mesmo comparecer na referida delegacia e provar perante a apresentação de documentos,  a posse do veículo.

Comentários