Foto: Reprodução/Pinterest

O brasileiro passou muito mais tempo em casa em 2020, o que incentivou o desejo de fazer reformas. Dados do Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que a demanda por pequenas obras em casa aqueceu o mercado durante a pandemia.

Um levantamento feito pelo aplicativo GetNinjas a pedido do portal Metrópoles indica que houve 2,8 milhões de solicitações de serviços de reforma entre abril e novembro de 2020 no app. O resultado é 75% maior que o mesmo período de 2019.

As reformas devem continuar sendo tendência neste ano. A Associação Brasileira da Indústria Materiais de Construção (Abramat) anunciou para 2021 previsão de crescimento de 4% no faturamento total deflacionado dos materiais de construção em relação a 2020. 

Para quem está planejando reformas, a arquiteta Mayra Duarte Lima Prestes dá algumas dicas para mudar os cômodos, seja por necessidade ou por vontade de renovar.

Mudar sem quebra-quebra

Para felicidade de quem não quer nem sonhar com obra neste período, a arquiteta explica como renovar o ambiente sem ter que destruir ou reconstruir algo. “Na sala, por exemplo, ao adicionar um novo tapete, quadros na parede e uma manta em cima do sofá, já conseguimos trazer novas cores e mudar o clima do espaço. Para o cômodo ficar mais harmonioso é legal ter uma paleta de cores a ser seguida e assim todos os elementos estarão conversando entre si.”

Além dos móveis, decoração, acessórios e da paleta de cores, Mayra ressalta que a iluminação e as plantas transformam totalmente o espaço. “Vale a pena investir em iluminação porque ela cria climas mais íntimos quando usada em tons mais amarelados. As plantas também compõem ambientes receptivos e acolhedores, preenchendo espaços vazios. Elas podem ser usadas no chão e até mesmo suspensas no teto ou na parede”, comenta. 

Saiba como mudar a decoração de casa de forma rápida e simples

Foto: Reprodução/Pinterest

Opção: papel de parede ou adesivos 

O uso de papel de parede na sala, nos quartos, no escritório e outros cômodos está em alta. Ao escolher, o morador deve ficar atento ao objetivo que deseja para o espaço e os materiais adequados para aplicação no local desejado. 

“A escolha deve ser de acordo com as cores do ambiente, seguindo uma paleta. Se o desejo for destacar a parede, podem ser usadas cores mais fortes ou desenho com efeito 3D. Para aplicar papel de parede em banheiros e cozinhas é importante observar se o material tem a resistência adequada.”

Saiba como mudar a decoração de casa de forma rápida e simples

Foto: Reprodução/Pinterest

Uma possibilidade para cozinha e banheiro são os adesivos de azulejos. Mayra destaca pontos que as pessoas devem estar atentas ao organizar essa transformação. “A primeira tarefa é levantar as medidas do espaço no qual será aplicado. Com as dimensões em mãos, é possível fazer uma escolha mais assertiva e evitar a surpresa desagradável de não ter material suficiente. Aproveite e compre toda a quantidade necessária de uma vez só, pois podem acontecer divergências de cores entre impressões”, indica.

Saiba como mudar a decoração de casa de forma rápida e simples

Foto: Reprodução/Pinterest

Reorganizar o espaço

Mayra lembra que o primeiro objetivo de uma reforma é fazer a casa atender à demanda dos moradores. “É possível mudar a organização dos móveis dentro de casa para uma configuração mais funcional, como por exemplo, criar um canto mais definitivo para trabalhar de casa. Nada de trabalhar da mesa da cozinha e da sala”, aconselha.

As cores também ajudam a mudar o ambiente e influenciam no psicológico dos moradores. A profissional explica que o resultado varia conforme o objetivo para o espaço. “Pintando um ambiente com cores mais claras, o morador traz a sensação de amplitude, enquanto que cores mais fechadas podem criar ambientes mais fechados, dando um efeito de proximidade e aconchego. Uma boa dica é apostar em tons azuis e verdes. São cores que remetem à paz e à tranquilidade, sentimentos muito bem-vindos nesse momento de pandemia.”

Saiba como mudar a decoração de casa de forma rápida e simples

 Foto: Reprodução/Pinterest

Obra por etapas

Quem gosta de realizar obras de verdade, também pode realizar as transformações sem sair de casa. Ter poucas condições financeiras para bancar uma reforma completa não impede o trabalho. Mayra ressalta a possibilidade de fazer as mudanças aos poucos, cômodo a cômodo. 

“Dá a flexibilidade de ir levando a obra de acordo com seu recurso naquele momento, enquanto você vai se capitalizando para dar início ao outro cômodo. Você pode manter toda a bagunça de obra concentrada em um mesmo local, sem perder o acesso e o uso do restante da casa. Dessa maneira dá para ainda estar morando no imóvel enquanto a reforma acontece.” 

Em contrapartida, a arquiteta destaca que não é um processo simples, porque os prestadores de serviços tendem a circular pelo local e a sujeira pode se espalhar por outras áreas. Cuidar da limpeza é uma tarefa constante para quem está com obras em casa.

Saiba como mudar a decoração de casa de forma rápida e simples

Foto: Reprodução/Pinterest

Renovação dentro do orçamento

Segundo informação do IBGE, o custo de materiais de construção subiu 17,28% no acumulado de 2020. A parcela do preço de mão de obra foi 2,33% maior do que em 2019. O custo médio da construção civil aumentou 10,16% em 2020, sendo o maior índice registrado nos últimos sete anos.

Para enfrentar o alto valor, Mayra indica que organização e comparação de preços são fundamentais para manter o orçamento sob controle. “Criar uma lista de prioridades é sempre um bom começo para saber como gastar melhor o dinheiro. A partir daí, o consumidor vai pesquisando preços em várias lojas. O mais importante é ter orçamento de gastos bem estruturado, assim como um planejamento da ordem dos serviços e um cronograma.”

O outro ponto ressaltado pela arquiteta é a escolha do responsável pela obra. “Os profissionais são essenciais para evitar esse tipo de transtorno e manter a sua reforma dentro da realidade do seu bolso. Eles serão capazes de ajudar em todos esses aspectos, garantir a melhor administração dos recursos e o andamento adequado da obra. Retrabalho é uma das principais dores de cabeça que as pessoas enfrentam quando estão construindo ou reformando. Além de causarem frustração, geram mais gastos e consequentemente atrasos”, resume Mayra.

Comentários