7 C
Ponta Porã
domingo, 14 de julho, 2024
InícioBrasil & MundoVítimas de exploração sexual, brasileiras são libertadas na Espanha

Vítimas de exploração sexual, brasileiras são libertadas na Espanha

Polícia da Espanha agiu para salvar brasileiras
Reprodução

Polícia da Espanha agiu para salvar brasileiras


A Polícia Civil da Espanha realizou uma operação no último sábado (22) que resultou na libertação de nove mulheres brasileiras, vítimas de exploração sexual, em um bordel na cidade de Ourense.

As mulheres estavam sendo mantidas em cárcere privado e eram obrigadas a se prostituir. Durante a operação, os agentes de segurança pública prenderam oito integrantes de uma quadrilha de cafetões e fecharam o bordel.

As investigações revelaram que as vítimas haviam mudado para a Espanha com a promessa de empregos como faxineiras. No entanto, ao chegarem ao país, perceberam que haviam sido enganadas e foram forçadas à prostituição.

A quadrilha as monitorava 24 horas por dia através de câmeras de segurança. As mulheres não tinham permissão para recusar clientes e eram agredidas e violentadas caso tentassem resistir. Além disso, eram exploradas financeiramente, sendo obrigadas a pagar alimentação e aluguel aos criminosos.

A operação foi desencadeada após a Polícia Civil da Espanha receber uma denúncia anônima. As investigações continuam para identificar outros membros da quadrilha e descobrir se há outros pontos de exploração sexual espalhados pelo país, a fim de evitar novas vítimas.

As mulheres libertadas estão recebendo apoio social e psicológico na Espanha, enquanto as autoridades seguem trabalhando para garantir a justiça e evitar a repetição desses crimes.


O que é o tráfico de pessoas?

O tráfico de pessoas é um crime grave que envolve o recrutamento, transporte, transferência, alojamento ou acolhimento de pessoas, através de ameaça, uso da força ou outras formas de coação, rapto, fraude, engano, abuso de poder ou de uma situação de vulnerabilidade, ou pela entrega ou aceitação de pagamentos ou benefícios para obter o consentimento de uma pessoa que tenha autoridade sobre outra, com a finalidade de exploração.

A exploração pode assumir várias formas, incluindo:

  1. Exploração sexual: Prostituição forçada, pornografia ou qualquer outra forma de exploração sexual.
  2. Trabalho forçado: Trabalhos em condições de escravidão, servidão por dívida ou outras formas de trabalho involuntário.
  3. Servidão doméstica: Trabalho em condições de exploração dentro de casas particulares.
  4. Mendicância forçada: Forçar indivíduos, incluindo crianças, a pedir esmolas.
  5. Tráfico de órgãos: Extração e venda de órgãos humanos.
  6. Casamentos forçados: Casamentos realizados sem o consentimento livre e pleno de uma das partes.

O tráfico de pessoas é uma violação dos direitos humanos e é considerado uma forma moderna de escravidão. As vítimas podem ser homens, mulheres e crianças de todas as idades e origens.

Este crime ocorre tanto dentro de fronteiras nacionais quanto internacionais e pode envolver redes criminosas bem organizadas.

Quer ficar por dentro das principais notícias do dia? Clique aqui e faça parte do nosso canal no WhatsApp

Fonte: Nacional