Ponta Porã, Sábado, 21 de abril de 2018
11/08/2017 09h30

Policia Nacional do Paraguai prende mais um na zona rural da cidade

Todos os presos foram encaminhados para Assunção.

Divulgação (TP)
 
 
Fotos: Policia Nacional Fotos: Policia Nacional

Dando continuidade dos trabalhos na zona rural da cidade de Pedro Juan Caballero, Departamento de Amambay, no Paraguai, mais precisamente na fazenda onde foram presas várias pessoas na noite de terça-feira (10), agentes da Força Tática da Policia Nacional, conseguiram prender mais uma pessoa ligada ao bando que estava escondido na área de mata da propriedade. A prisão aconteceu nas primeiras horas da manhã de quinta-feira (11) e trata-se do brasileiro Rafael Bruno Rodrigues, maior de idade.

O Comissário da Policia Nacional Rufino Acosta, durante entrevista coletiva, fez a apresentação do preso e em seguida o encaminhou para Assunção, capital do Paraguai, assim como foram encaminhados os demais presos nessa importante operação.

O policial informou que a policia trabalha com a ideia de que mais pessoas possam estar escondidas nas matas da região, esperando o clima acalmar para tentar fugir para outras cidades ou até mesmo voltar para o lado brasileiro da fronteira.

 
Foto: Divulgação da Policia Nacional do Paraguai Foto: Divulgação da Policia Nacional do Paraguai

Entenda o caso:

Agentes da Polícia Nacional do Paraguai prenderam na tarde de terça-feira (8), vários suspeitos de participação ao ataque a um carro forte ocorrido no dia 18 do mês passado em Montelindo na região do Chaco. Na oportunidade homens armados atacaram o veículo blindado da empresa Yrendague que não carregava dinheiro e nada foi levado.

A operação policial aconteceu em uma propriedade rural na Colônia Lorito Picada em Pedro Juan Caballero e nove homens e sete mulheres foram detidos. Na chegada dos policiais houve troca de tiros e algumas pessoas ficaram feridas e estão sendo atendidas em hospitais e clinicas de Pedro Juan.

A Polícia Nacional informou que alem das pessoas presas na propriedade rural, também foram apreendidos coletes à prova de bala, capuz, carregadores de pistolas, uma pistola, aparelhos celulares, rádios comunicadores, uma mira telescópica e certa quantidades de maconha.

Entre os presos há vários brasileiros suspeitos de fazer parte de grupos criminosos que disputam o controle do tráfico de entorpecente na fronteira entre o Brasil e o Paraguai.

Envie seu Comentário