17 C
Ponta Porã
segunda-feira, 20 de maio, 2024
InícioEconomiaArtigo: Governo Lula pode voltar a cometer erros do passado com empréstimo...

Artigo: Governo Lula pode voltar a cometer erros do passado com empréstimo a Países vizinhos. Por Tião Prado

Estava assistindo o canal CNN de Notícias e pude ver os investimentos que o presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), fez em seus dois governos, lá atrás (2002 a 2010), concedendo empréstimos sem nenhuma garantia a Venezuela, Bolívia e a Cuba.

As somas emprestadas, sempre em dólares, são altíssimas e para minha surpresa já há alguns anos, as parcelas desses empréstimos não são pagas e nem uma satisfação esses países dão ao BNDES de quando vão retornar esses pagamentos.

Com relação a Bolívia, todos sabem o final da história. O governo de Evo Morales não só nao pagou os empréstimos, como também rompeu o contrato com a Petrobrás e expulsaram todos os técnicos e diretores da empresa da Bolívia que trabalhavam na extração de gás natural que chega ao nosso país através do Gasoduto. E o pior, hoje para ter o gás por aqui, o governo brasileiro tem que pagar e pagar caro pelo produto.

Nós recebemos em nosso programa na Rádio 91.5 FM Cerro Corá e nos canais Pontaporainforma na internet, o Secretário de Habitação Carlos Bordão e o questionamos o porque de há quase seis anos não é construído uma casa popular em Ponta Porã, momento em que o Secretário informou que para se construir casas é necessário parceria do governo Federal e neste período foram liberados verbas para construção de 2 mil casas no país todo.

Ou seja, temos um grande problema de dinheiro para acabar com o déficit  habitacional não só em Ponta Porã, mas em todo o Brasil.

‘Mas’, alias tem sempre um ‘mas’, o  governo do presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT), nos surpreendeu ao visitar a Argentina, que atravessa uma grande crise financeira e está a beira da falência econômica, e assinou acordos de cooperação financeira prometendo que o BNDES vai emprestar o dinheiro necessário para que o país comece a se reestruturar novamente.

Ora, meus amigos e amigas, se governo Federal quer criar programas para gerar empregos e renda, porque não une o útil ao agradável, invista esse dinheiro que pelo visto está sobrando, nos bancos públicos e banque a construção das casas populares que está faltando em todo o Brasil, aí sim estará fazendo algo bom e útil para o nosso país. 

Ponta Porã precisa de pelo menos 5 mil casas populares, e sem dúvidas, outras cidades do estado e do país também precisam de moradias populares. O governo banca as casas a titulo de financiamento e cada contemplado paga as prestações para ter o imóvel, em parceria com os governos estaduais e municipais.

Mas, muitas pessoas não pagam as suas prestações, ou por falta de condições devido a um trabalho ou emprego digno, ou por outro motivo qualquer, mas aí entra a questão humanitária que o PT tanto defende e o governo Federal vai estar ajudando a dar qualidade de vida para os brasileiros e não para Bolivianos, Venezuelanos e Cubanos, que pegam a ‘grana’ e nunca mais dão satisfação se vão pagar ou não. Essa seria uma grande ideia, basta querer defender o povo que votou no PT e aquelas pessoas que precisam das moradias.

Por falar em pagar em dia, ironicamente, a Argentina que Lula visitou e anunciou o inicio das novas operações do BNDES, ainda tem uma parcela final de US$ 29 milhões para pagar de volta.

Venezuela, Cuba e Moçambique, os três países que o BNDES emprestou US$ 1,03 bilhão, tiveram US$ 977 milhões cobertos pelo FGE. O mesmo fundo federal feito com recursos públicos que garante as operações e que agora será a garantia das operações com a Argentina.

O equivoco do presidente está em querer reescrever a história depois de ela estar fortemente documentada. Instituições como o BNDES e com a capacidade de captação que possuem podem e devem ser instrumentos de crescimento das nossas empresas no exterior.

Isso é o que as grandes nações fazem. Isso é o que instituições multilaterais fazem. O erro está em se negar a reconhecer os equívocos do passado e não usar isso como experiência para fazer melhor no futuro.

É necessário, primeiramente, arrumar a sua casa para depois querer “emprestar”  recursos a outros países. Olhemos primeiramente, para os brasileiros, não é questão de “olhar somente para o próprio umbigo” e sim questão de olhar os seus antes de tudo. Arrume a sua casa.

Tião Prado

Jornalista diretor do site Pontaporainforma, locutor da Rádio 91.5 FM Cerro Cora há 18 anos, Radiojornal de Amambai por 22 anos, foi vereador na cidade de Amambai 1996 a 2.000, trabalhou na assessoria de imprensa do prefeito Dirceu Lanzarini (in memorian), na Câmara de Ponta Porã e foi correspondente do Jornal o Progresso de Dourados por 10 anos.